porto velho - ro, 18 Julho 2019 01:01:09
Serviços

Passageiros reclamam da estrutura do aeroporto em Ji-Paraná

Apenas uma empresa aérea continua operando no aeroporto de Ji-Paraná

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 18/02/2019 às 17h17min | Atualizado 18/02/2019 às 17h20min

Falta infraestrutura no aeroporto José Coleto de Ji-Paraná

Entre o vai e vem de companhias, somente uma continua operando em Ji-Paraná com capacidade para 118 embarques Diários. Situação que poderia ser melhorar com a vinda de outras companhias, o que deixou
de ocorrer nas ultimas décadas.

Alguns fatores foram cruciais ao longo do tempo:
invasão de áreas pertencentes a União, em especial a Força Aérea Brasileira, reparos e manutenção da pista de pouso de decolagem, construção de um novo terminal e instalação de equipamentos, como raio X. Alguns itens foram cumpridos, outros ainda não saíram do papel.

Um novo estacionamento, é promessa que se arrasta por mais de 15 anos, assim os 11 milhões para um outro terminal. No ano passado houve um investimento de 465 mil para a execução da reforma do terminal de embarque e desembarque do aeroporto. Com reparos estruturais no prédio, a substituição do forro, do telhado, do piso do saguão, na plataforma de embarque.

O terminal que atende toda a região central de Rondônia, é administrado pela empresa Aucon Tecnologia, a mesma que administra o aeroporto de Cacoal e Vilhena. Quem utiliza essa estrutura reclama do sistema de refrigeração, que
Funciona em situação precária e da falta de assentos , somente sete Assentos para atender mais de 100 pessoas. O responsável, o Paulo Guedes disse que há precisão de investimento, só não precisou quando.



Escreva um comentário