porto velho - ro, 17 Outubro 2019 20:09:10
    Polícia

    PC divulga foto de segundo suspeito de matar operário

    O suspeito foi identificado como Marcelo P. S., de 24 anos.

    Por Extra de Rondônia
    A- A+

    Publicado: 15/04/2019 às 11h47min

    Divulgação PC

    A Polícia Civil de Cerejeiras enviou na manhã desta segunda-feira (15), a foto de segundo suspeito de ter participado da morte do operário Leomar Pereira Sobrinho, de 33 anos. O suspeito foi identificado como Marcelo P. S., de 24 anos.

    O crime ocorreu na noite de 31 de março de 2019, por volta da 01h, na Avenida dos Estados, no centro de Cerejeiras. Na ocasião “Gordo” como era conhecido foi morto com um tiro na cabeça.

    Um dos suspeitos de ter praticado o crime, identificado como Alessandro Santana Santos, de 25 anos, se entregou acompanhado de advogado. O segundo, Marcelo, ainda esta foragido.

    Com isso, o delegado que cuida do inquérito está divulgando a foto do suspeito para que ele seja preso o mais rápido possível e o crime seja esclarecido.

    Suspeito se entrega

    No dia 9 de abril de 2019, Alessandro Santana Santos, de 25 anos, se entregou na Delegacia da Polícia Civil de Cerejeiras, sendo suspeito de executar com um tiro na cabeça, Leomar Pereira Sobrinho, de 33 anos, mais conhecido por “Gordo”.

    No início da semana, dois nomes foram levantados pela Polícia Civil como sendo os principais suspeitos pelo crime, que segundo uma testemunha, chegaram ao local em uma motocicleta de cor escura e executaram a vítima com um tiro a queima roupas.

    Após ter conhecimento de que a justiça aceito o pedido de mandado de prisão preventiva, Alessandro se apresentou por volta das 13h30 em companhia de seu advogado.

    O caso

    Leomar Pereira Sobrinho, de 33 anos, conhecido por “Gordo” foi executado com um tiro na cabeça na cidade de Cerejeiras, no dia 31 de março.

    De acordo com o boletim de ocorrência, uma testemunha relatou a polícia que dois homens chegaram numa moto de cor escura aparentando ser Honda CG – chamaram a vítima para conversar, em dado momento efetuaram os disparos, acertando um no chão e outro na cabeça da vítima.

    Após os disparos os assassinados fugiram. A vítima foi socorrida ao Hospital Municipal São Lucas, pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Leomar trabalhava numa fábrica de carroceiras.



    Escreva um comentário