porto velho - ro, 01 Novembro 2019 17:20:30

    RosinaldoGuedes

    coluna

    Publicado: 25/10/2019 às 09h24min

    A-A+

    Plano de Ação do Programa Criança Protegida

    Com a proposta de elaborar o Plano de Ação do Programa Criança Protegida, lançado em Rondônia pelo governo Federal, por meio do..

    Com a proposta de elaborar o Plano de Ação do Programa Criança Protegida, lançado em Rondônia pelo governo Federal, por meio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e do Estado, com o envolvimento das Secretarias de Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), da Educação (Seduc), da Saúde (Sesau) e da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), acontece nesta quarta-feira (23) e quinta-feira (24) mais uma capacitação de agentes públicos, em Porto Velho. Na abertura do evento, que contou com a participação do adjunto da Sesdec, coronel Hélio Gomes; e da adjunta da Seas Liana Silva, a secretária e primeira-dama Luana Rocha destacou a necessidade de serem efetivadas as políticas públicas no Estado, em especial as voltadas para as crianças em situação de vulnerabilidade, que requerem maior cuidado hoje para a garantia de um futuro mais digno.

    Secretária Luana destacou a necessidade do envolvimento de todos os agentes públicos para o melhor futuro das crianças de hoje

    “O objetivo do Criança Protegida é fortalecer e melhorar as ações, transformando e reforçando os laços de proteção, para que as crianças de hoje tenham um futuro melhor quando adultas”, disse Luana, ressaltando a necessidade de ser prestada assistência com eficiência em todas as esferas, considerando que se um segmento falha, compromete os demais.

    Durante estes dois dias, os cerca de 150 representantes de vários municípios rondonienses são orientados pela facilitadora Iasmin Brandão, especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental na Seas, com abordagem sobre diretrizes das ações, formação de grupos para avaliação do primeiro encontro, diagnóstico setorial e elaboração de planos por segmento para apresentação no encerramento.

    “Com este Plano poderemos apontar novos caminhos para as crianças de Rondônia, como estabelece o Plano Estratégico para os próximos quatro anos”, reforçou a secretária.

    São considerados agentes do sistema de garantia de direitos, servidores públicos que atuam na rede de atendimento socioassistencial, Sistema Único de Saúde (SUS), Sistema Educacional, no Batalhão Militar Escolar, nas Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente, Conselhos Tutelares e de Defesa de Direitos, unidades de acolhimento, Promotoria e Vara da Infância e Juventude, unidades socioeducativas e unidades ara cumprimento de medidas socioeducativas de meio aberto.

    A primeira capacitação aconteceu nos dias 11 e 12 de setembro, no Ello Eventos, quando o governador Coronel Marcos Rocha disse que ficou encantado com o programa, logo que foi apresentado a ele, e de imediato tomou as medidas necessárias para implementá-lo em Rondônia, o terceiro Estado do País a aderir, mas o primeiro a implantar, seguindo termo de cooperação técnica assinado no mês de julho com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.


    Escreva um comentário