Porto Velho/RO, 25 Junho 2020 12:59:59
Polícia

PM chega patrolando e decreta o “perdeu” para integrantes de facção em Porto Velho

Objetos apreendidos com o grupo criminoso

A-A+

Publicado: 25/06/2020 às 12h54min | Atualizado 25/06/2020 às 12h59min

Foto: Divulgação

As facções criminosas instaladas nos residenciais Orgulho do Madeira e Morar Melhor, (zonas Leste e Sul de Porto Velho, respectivamente), serão alvos de diligências desencadeadas pela Polícia Militar de Rondônia visando a garantia da ordem e segurança aos moradores de ambas as localidades. Na madrugada do dia 24, uma verdadeira operação da Polícia Militar invadiu o Morar Melhor e conseguiu prender 10 integrantes de uma facção criminosa acusados de um crime bárbaro contra um individuou supostamente morador do Orgulho do Madeira.

Para prender os integrantes da facção, a Polícia Militar montou um verdadeiro esquema de reforço com policiais militares do Batalhão de Choque, 1º, 5º e 9º Batalhões de Polícia Militar, bem como com o núcleo de informações que se deslocaram ao local com a missão de colocar fim à baderna causada pela facção e que, inclusive, tem gerado uma preocupação na cidade.

Nas últimas semanas, moradores de ambos os residenciais têm vivido o terror com a guerra declarada entre as duas facções. A Polícia Militar tem trabalhado com informações do Núcleo de Inteligência para combater a criminalidade.

Na madrugada do dia 24, foram feitas incursões de policiais militares no Morar Melhor, onde foram observadas várias movimentações de suspeitos. Diante disto, as equipes da Polícia Militar invadiram o residencial com efeito surpresa. Os indivíduos entraram em um apartamento onde havia informações que os suspeitos do homicídio estariam escondidos.

De imediato, foi feita revista no local onde foram encontradas munições calibre .40, maconha entre outros ilícitos. Uma adolescente que estava junto com os demais demostrou nervosismo, onde foi observado que os dois pés estavam sujo de sangue. Em conversa com os policiais, a menos informou que havia participação de todos os ocupantes do apartamento em um homicídio decorrente da guerra de facções.

Ela ainda contou aos policiais que toda a ação criminosa teria sido filmada de seu celular. Diante das informações, a menor levou os policiais até uma mata localizada por trás do residencial, onde foi encontrado um cadáver decapitado. Diante dos fatos a menor passou novas informações de outros participantes do crime, momento em que foi desencadeada uma grande varredura pelas equipes envolvidas, logrando êxito em capturar outros envolvidos da facção, arma de fogo e munições de cal. 38 e 380. (PM)



Deixe o seu comentário