Porto Velho/RO, 30 Julho 2020 10:01:18
Polícia

Polícia Civil investiga caso de homem desaparecido há 17 dias após ter saído para caçar em Guajará-Mirim

Edmilson Cardoso de Freitas, de 48 anos, teve o desaparecimento registrado no dia 6 de julho.

A- A+

Publicado: 24/07/2020 às 12h21min | Atualizado 24/07/2020 às 12h22min

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Nesta quinta-feira (23) completam 17 dias em que Edmilson Cardoso de Freitas, de 48 anos, está desaparecido em Guajará-Mirim (RO). As buscas foram encerradas e a Polícia Civil investiga o caso.

No dia 6 de julho, uma irmã de Edmilson registrou um boletim de ocorrência informando o desaparecimento após ele ter saído para caçar na localidade Serra Grande, na zona rural da cidade.

Uma equipe de buscas foi montada para tentar encontrar o homem, com: 18 agentes dos bombeiros, 10 militares do Exército e moradores da localidade. A equipe no local por pouco mais de 10 dias para tentar encontrar o morador.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, Josimar Bragado, nenhuma pista foi encontrada e um relatório foi enviado a Polícia Civil.

“Nós utilizamos cães farejadores, trouxemos inclusive reforço aéreo com o helicóptero do comando da capital e percorremos toda a área em que Edmilson pudesse estar. Infelizmente não tivemos êxito com as buscas, enviamos um relatório para a Civil e eles agora vão investigar o caso”, destacou.

A delegada da Polícia Civil, Luisa Ximenes, responsável pelo caso, disse que a unidade sempre esteve atuando com todas as forças de segurança e que o inquérito para investigar o caso já foi instaurado.

“Com a abertura do inquérito serão formalizados os depoimentos e toda a tramitação da investigação. Trabalhamos também com a hipótese de crime no desaparecimento dele (homicídio, laticínio e etc)”, frisou.

Ainda segundo a delegada, a Polícia Civil tem o prazo de 30 dias para concluir o inquérito, podendo ser prorrogado por mais 30. (G1/RO)



Deixe o seu comentário