Porto Velho/RO, 26 Março 2021 02:13:09

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 26/02/2021 às 08h53min | Atualizado 26/02/2021 às 08h55min

A- A+

Pontapé inicial do troca-troca de partidos começou com a transferência de Cristiane Lopes

Narrativas opostas  1) A Amazônia está sendo destruída pelo desmatamento e pelo fogo, acelerando o aquecimento global que ao chegar a..

Narrativas opostas 

1) A Amazônia está sendo destruída pelo desmatamento e pelo fogo, acelerando o aquecimento global que ao chegar a um ponto sem volta causará a destruição do planeta. 2) O desmatamento é mínimo, o fogo é natural e as narrativas em contrário são de estrangeiros inimigos do Brasil que querem tomar a Amazônia.

Sendo radicais e opostas, é provável que pelo menos uma das versões esteja errada, talvez ambas. Com o aprimoramento da tecnologia de vigilância espacial, chegará o dia em que possivelmente as duas terão que ser corrigidas. A primeira tende a ser vencida porque a ciência segue lutando para que a humanidade jamais alcance o ameaçador “ponto sem volta”. 

A segunda não subsistirá porque o presidente Jair Bolsonaro já ofereceu a Amazônia a estrangeiros que pretendam investir na região, como declarou à vista de todos no famoso encontro com Al Gore no Fórum de Davos. Aliás, ninguém pretende criar aqui um novo Vietnã nem arcar com os vultosos gastos necessários para proteger a floresta. Basta ver o sufoco dos EUA na ocupação do Oriente Médio. Poucos lucram e muitos perdem. 

Logo, portanto, por obra do desenvolvimento da tecnologia aeroespacial, estará completa a checagem final das duas versões opostas. Quem já consegue mandar fotos perfeitas de Marte não terá muitas dificuldades para exibir retratos igualmente perfeitos da realidade amazônica.

…………………………………………………………………

Mais visibilidade

A militância do PDT comemora a entronização do senador Acir Gurgacz na Comissão da Agricultura do Senado. O partido vai ganhar mais visibilidade mostrando e resgatando o prestigio do parlamentar rondoniense no Congresso Nacional. Mas o grande benefício para Rondônia e a Amazonia será a dedicação do parlamentar as bandeiras da região, principalmente a regularização fundiária emperrada nos últimos anos, a pavimentação da BR 319, entre outras demandas da região Norte.

A concorrência

A Rede de Farmácias Santo Remédio, procedente de Manaus, desembarcou em Porto Velho recentemente e já está com nove unidades espalhadas pela capital rondoniense. O grupo financeiro incorporou a Farmabem, que era uma tradicional rede rondoniense, e vai enfrentar a forte concorrência do Grupo Ultrapopular, a gigante do ramo em Rondônia. Já estive em unidades das redes bisbilhotando e em termos de preço dos medicamentos  a Ultrapopular vai levando vantagem  nesta verdadeira guerra comercial.

Troca-troca

O troca-troca de partidos visando as eleições do ano que vem já começou tendo como pontapé inicial a transferência da ex-vereadora Cristiane Lopes do PP de Ivo Cassol para o Podemos de Leo Mores. As exigências da clausula de barreira que vão entrar em vigor nas eleições de 2022 também vão ensejar muitas mudanças, principalmente nos pequenos partidos ameaçados de extinção e que vão recorrer para fusões nos próximos meses. 

Virou mania

 Virou moda construir residências de alto padrão em condomínios de luxo em Porto Velho e atender assim uma exigente demanda nestas bandas. No entanto, com muita gente se dando bem, está surgindo aquele velho problema, já que muita gente fazendo a mesma coisa congestiona o mercado. É o velho problema do “olho grande” e logo, logo muita gente pode cair do cavalo, como já ocorreu com outros ramos super explorados.

Preço dos insumos

O substancial aumento nos preços dos insumos da construção civil não inibiu as boas vendas nas lojas de materiais de construção em Porto Velho. O ritmo da construção civil segue na capital rondoniense com a construção de grandes condomínios horizontais e verticais, alguns já lançando a segunda etapa como o Cancun na Zona Leste e o Világgio, prédios de apartamentos de bom acabamento, da consagrada SBS nas proximidades do conjunto Marechal Rondon, Bosques do Madeira e Shopping.

Via Direta

*** A liderança do senador Acir Gurgacz foi destacada pelos seus colegas senadores em Brasília por ocasião da sua posse na presidência da Comissão da Agricultura  na última quarta-feira *** O evento repercutiu em Rondônia com apoio das lideranças regionais *** Com interesses dispares, os tucanos rondonienses tentam aparar aa arestas para as eleições 2022. Mesmo assim  o ex-senador Expedito Junior está de malas prontas para o PSD *** Até agora o dirigente do Cidadania Vinicius Miguel não assumiu de fato a Superintendência dos Distritos, criada para ele pelo prefeito Hildon Chaves *** Alguns apoiadores de Vinicius acreditam que este cargo é uma fria diante da escassez de recursos para atender as localidades interioranas. 


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas