porto velho - ro, 16 Setembro 2019 04:56:44
    Cidades

    Ponte do rio madeira em Abunã não será entregue este ano

    Para os acreanos a obra além de tirar o estado do isolamento com o restante do país é algo fundamental, pois promete alavancar a..

    A- A+

    Publicado: 24/07/2019 às 16h51min

    Exclusivo: ponte do rio madeira em Abunã só deverá ser entregue em 2020, pois é! O atraso desta vez estaria na mudança da cabeceira que compreende o lado Rondônia. Estudos feitos pela empresa responsável da construção e o DNIT comprovaram que caso haja outra enchente, como a de 2014 o trecho será comprometido.

    Em construção desde 2014, a ponte do rio madeira, no distrito de Abunã, localizada a 216 quilômetros de porto velho vem sendo tratada como prioridade pelo governo federal. O empreendimento irá interligar os estados de Rondônia e acre via terrestre. Além disso, a obra tem um valor simbólico para o acre, desde que se tornou independente da Bolívia.

    Para os acreanos a obra além de tirar o estado do isolamento com o restante do país é algo fundamental, pois promete alavancar a econômica do estado, o percurso via terrestre  possibilitará que a produção chegue muito mais rápido aos portos brasileiros  pela hidrovia do madeira.

    Até o início deste ano o entrave para entrega da obra estava atrelado à liberação de 20 milhões de reais, o recurso segue para a construção das duas cabeceiras, mas o governo federal acenou apenas com 8 milhões. Mesmo assim o prazo de entrega da obra foi mantido para agosto 2019. em Brasília, o ministro da infraestrutura Tarcisio Gomes Freitas convalescido com os pedidos feitos pela bancada do acre e o próprio governador Gladson Cameli conseguiu a liberação do restante que faltava.

    “Na página oficial dele no twitter, Tarcisio Freitas chegou a escrever que “a ponte estava muito perto da conclusão”, restando os acessos que seriam ultrapassados (até dezembro)”.  com o impasse  mais uma solucionado a data de entrega de agosto passou para dezembro, como estabelecido pelo projeto.

    Porém está semana o diretor de projetos do DNIT de Rondônia  deixou escapar  durante uma notícia que ninguém esperava ouvir, por fontes oficiais, ele teria relatado a pessoas próximas de que a ponte dom Moacyr Grechi em Abunã não será entregue, não este ano.

    Entre os motivos que se comenta, um deles seria a elevação da cabeceira da ponte no lado compreendido por Rondônia. Engenheiros da empresa responsável pelo serviço e a instituição averiguaram um risco eminente do trecho ser comprometido caso haja uma nova enchente como ocorreu em 2014.

    O problema estaria associado à instabilidade do solo bastante irregular na região, uma das possibilidades para se resolver o entrave seria estender o trecho por mais 400 metros saindo dessa zona de risco, mas é ai que mora o perigo, pois precisaria construir um novo projeto, e com ele a necessidade de autorização por Brasília que poderia ou não aprovar com rapidez.

    CONFIRA A REPORTAGEM NA INTEGRA:



    Escreva um comentário