porto velho - ro, 19 Março 2019 12:20:24

Silvio Santos

coluna

Publicado: 22/01/2019 às 07h00min

A- A+

Porto Velho completa 104 anos de instalação!

Na próxima quinta feira 24 de janeiro, Porto Velho completa 104 anos de instalação! Para festejar a data, a prefeitura de Porto Velho..

Na próxima quinta feira 24 de janeiro, Porto Velho completa 104 anos de instalação! Para festejar a data, a prefeitura de Porto Velho vai realizar no Calçadão Manelão em Frente ao Mercado Cultural, shows com Bandas de Rock e com artistas como Mauro Araújo e Babo, mais regional não poderia ser.
********
É aqui que mora o problema.
*********
Acontece que alguns mal informados e desamados, estão batendo na prefeitura e em especial, no presidente da Funcultural, porque na programação, a maioria das atrações são Bandas de Rock.
********
Aí eu pergunto! E o que é que tem festejar os 104 anos de Instalação de Porto Velho, com shows de Bandas de Rock. Aonde é que está escrito que não pode?
********
Acho que esse impedimento, só existe, na mente dos hipócritas. Ainda mais, quando todos sabemos, que nossa cidade Porto Velho, é a capital brasileira da miscigenação cultural e poderia ser até internacional, pois recebemos durante a construção da Madeira Mamoré obra que deu origem a nossa cidade, pessoas de mais de 50 países.
*********
Porto Velho meu amigo, é a capital de todos os ritmos, de todas as culturas, sem essa de discriminar Banda de Rock, ou grupo de samba e cantores sertanejos sem falar no forró. Aqui cabe de tudo e muito bem.
*********
Não sou funcionário municipal e nem contratado através de gratificação e muitos menos, sou assessor de comunicação da Funcultural ou de qualquer outro órgão municipal e nem estou sendo pago para defender esse ou aquele administrador do município.
*********
Apenas achamos que é preciso se respeitar o que nossos gestores programaram para festejar os 104 anos do nosso munício.
*********
Quer ver uma coisa:
********
Na festa da criação do Município de Porto Velho que ocorreu no dia 4 de outubro também no Calçadão Manelão, só se apresentou Banda de Forró e Cantor Sertanejo. O grande homenageado além do município, foi o sanfoneiro ZEZINHO DOS COBRAS.
***********
Não vi ninguém ligado a outros segmentos musicais, criticando ou reclamando da programação, nem mesmo questionando a direção da Funcultural na pessoa do seu presidente Antônio Ocampo Fernandes, por que apenas Bandas de Forró foram convidadas para tocar no aniversário de 104 anos de criação do município de Porto Velho. Foi uma festa e tanto.
*********
A mesma coisa foi na comemoração do Dia do Samba, 1º de dezembro, quando a Funcultural levou para o Calçadão Manelão o Projeto “Samba Autoral” coordenado pela escola de samba Asfaltão e prestigiou os compositores de samba de Porto Velho.
********
Foi legal. Também a direção da Funcultural quando homenageou o Sílvio Santos – Zekatraca, no Projeto Tributo ao Menestrel também num show no Calçadão Manelão com a participação de todas as escolas de samba.
*********
Viram aí, quantos segmentos musicais foram prestigiados pela Funcultural de Porto Velho. Forró em seus mais diversos ritmos, o Sertanejo com seus cantores e bandas locais. O samba que abrange o Pagode e o samba de Raiz. As escolas de samba com seus sambas de enredo e o Menestrel com suas composições em ritmos que vão do samba, passando pelo reggae, bolero, samba canção e marchinhas carnavalescas.
*********
Ninguém tocou rock nessas festas citadas acima. Então a Funcultural estava devendo uma festa onde as bandas de Rock fossem contempladas.
*********
Eis que surgiu a idéia, de na festa em homenagem aos 104 anos de Instalação do Município de Porto Velho, o show seria com Bandas de Rock. Até porque, os maiores produtores de música autoral em Porto Velho são os roqueiros.
*********
Valeu equipe da Funcultural. Quem não gosta de rock que não vá ao Calçadão Manelão na próxima quinta feira e pronto. Eu vou!


Escreva um comentário

sobre Silvio Santos

Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. É um apaixonado pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka.

Arquivos de colunas