Porto Velho/RO, 22 Março 2020 22:22:15
Diário da Amazônia

Prefeito participa de videoconferência com Bolsonaro para adotar medidas contra o coronavírus

Durante a reunião foram abordados vários encaminhamentos. Já o prefeito Hildon enfatizou a importância da população permanecer em isolamento

A-A+

Publicado: 22/03/2020 às 22h21min | Atualizado 22/03/2020 às 22h22min

Na manhã deste domingo (22), o prefeito Hildon Chaves acompanhado da secretária municipal de saúde, Eliana Pasini e secretária-adjunta Marilene Penatti, juntamente com o coordenador Saulo Nascimento da CMTI, reuniram-se através de videoconferência com o Presidente da República, Jair Bolsonaro e o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para esclarecer e traçar medidas para o combate e controle do coronavírus (COVID-19).

A videoconferência aconteceu no Ministério da Saúde e, reuniu todos os prefeitos das capitais, pois desde a semana anterior, vários municípios pediram créditos extraordinários para a União e a suspensão da contribuição previdenciária neste período de quarentena. A expectativa é que as medidas sejam avaliadas e discutidas pelo Ministério da Economia.

De acordo com prefeito Hildon Chaves, o presidente ouviu as demandas dos prefeitos, que na reunião, apresentaram vários esclarecimentos e encaminhamentos, mas que o mais importante neste momento é o isolamento social.

“Em síntese, o mais importante neste momento é que a população respeite o recolhimento familiar, que permaneçam em suas casas e só saiam em situações extremamente necessárias, pois o isolamento pode diminuir os impactos desta pandemia, principalmente agora que Porto Velho já possui dois casos confirmados”, enfatizou o prefeito.

Na reunião, um dos assuntos mais relevantes foi a convocação de médicos para o combate ao coronavírus. O debate coincide com a data em que acaba o prazo de inscrição para médicos brasileiros que desejam integrar o programa Mais Médicos. O Ministério da Saúde fez um chamamento para 5.811 profissionais atuarem em postos de saúde e hospitais no reforço ao combate ao covid-19.

Fonte: Assessoria



Deixe o seu comentário