porto velho - ro, 18 Julho 2019 03:35:57
Cidades

Produtores analisam novo formato às feiras

Reunião inicia fase de mudanças que poderão potencializar vendas dos feirantes.

Por Redação
A- A+

Publicado: 21/03/2019 às 08h12min

Nesta semana, o auditório da prefeitura de Vilhena recebeu feirantes para a 1ª Reunião de Planejamento das Feiras Municipais. Com o objetivo de melhorar a organização e harmonia das feiras. A reunião iniciou com a apresentação de alguns modelos de organização, boas práticas que servem de exemplos e são práticas já utilizadas em feiras de outras cidades. Num segundo momento foram apresentados alguns exemplos que acontecem nas feiras e que precisam de mudança.

Feirantes lotaram auditório da prefeitura para discutir melhorias para o setor. – Foto: Divulgação

O objetivo do evento foi estabelecer um novo formato para as feiras da cidade. Entre os pontos discutidos estão a organização e padronização das feiras, bem como o decreto que regulamenta as feiras e exigências que serão cobradas pela fiscalização. “Antes que as ações de punição comecem, serão feitos treinamentos e trabalho de conscientização para melhorar o padrão de qualidade dos produtos apresentados nas feiras e garantir a segurança dos consumidores. Estamos juntos com o feirante para que ele possa vender ainda mais”, explicou Elói Maria, secretário de Agricultura.

No encontro estavam também a vice-prefeita Maria José, o secretário municipal de Agricultura, Elói Maria, o secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Marcondes Cerutti, a secretária de Meio Ambiente, Marcela Almeida, a equipe técnica da Secretaria de Agricultura, que é responsável pelas feiras municipais hoje, entre outros.

FATURAMENTO
Apresentando feiras com ótimas práticas e que geram bons lucros para os pequenos produtores, a Secretaria de Agricultura demonstrou que algumas cidades chegam a faturar vários milhões por ano no setor através de padronização dos serviços.

PREVISÃO

As mudanças são também um desejo do prefeito Eduardo Japonês, que vê com bons olhos o potencial econômico das feiras livres em Vilhena. “Temos um mercado hortifruti muito promissor na cidade. Os vendedores podem alcançar um público ainda maior se profissionalizarmos de fato o ambiente, a negociação, os cuidados higiênicos e a organização dos feirantes. Precisamos da ajuda deles para implantar tudo isso, mas é assim que poderemos avançar”, concluiu.



Escreva um comentário