Porto Velho/RO, 20 Dezembro 2019 16:46:45
    Geral

    Produtores rurais do município de Urupá recebem títulos de domínio

    “Há 20 anos comprei uma marcação e deixei minha família em Ji-Paraná, não tinha estrada somente uma grande picada no meio da mata...

    A- A+

    Publicado: 01/08/2014 às 15h40min | Atualizado 27/04/2015 às 15h52min

    A7 - Terceira copy

    Agricultores de Urupá agora são os donos de seus terrenos

    “Há 20 anos comprei uma marcação e deixei minha família em Ji-Paraná, não tinha estrada somente uma grande picada no meio da mata. O pau de arara me deixava na linha 14 de onde caminhava com o cacaio nas costas por 15 quilômetros até chegar em meu sítio. Foram diversas as dificuldades, mas a malária fez com que muitos amigos desistissem. Eu mesmo quase desisti. Só não larguei tudo por causa de minha mulher. Quando as coisas começaram a clarear eu trouxe minha família, pois já tinha uma rocinha e as estradas davam condições de ir vender os produtos. Estou muito feliz de finalmente receber o título definitivo da minha propriedade”, narrou Valmiral Costa Alves, 58 anos.

    Na última terça-feira (29) na Câmara Municipal de Urupá, município a quase 400 quilômetros de Porto Velho, o senhor Valmiral e mais 113 famílias receberam os títulos definitivos de suas propriedades. “O Título vem para trazer segurança ao produtor rural, é ser o dono legítimo de sua terra. Agora, pode acessar as diversas políticas públicas disponíveis. Esse foi o compromisso do governo Estadual, de levar cidadania e respeito a todos”, comentou o secretário da Secretaria do Estado de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri), Evandro Padovani.

    Valter Rodrigues de Souza, assentado no projeto Martim Pescador, na linha 58, distante de Urupá 22 quilômetros, destacou as dificuldades encontradas na época da colonização e as novas perspectivas com o título na mão. “Quando cheguei aqui, estava um mato só, as estradas eram ruins e o combustível difícil. Roçamos e derrubamos na moto serra. Esse título representa muita coisa boa, com o título na mão tenho como fazer um investimento melhor, vou buscar financiamentos para melhorar”.

    A coordenadora de regularização fundiária rural na Seagri, Edineia Gusmão,  falou sobre a titulação que é diretamente responsável pelo aumento do PIB. “Já é comprovado que a regularização fundiária afeta positivamente o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, garantindo o desenvolvimento econômico e a segurança jurídica necessária para as famílias, uma vez que a titulação permite a abertura de crédito”.



    Deixe o seu comentário