Porto Velho/RO, 11 Dezembro 2019 16:50:11

    LéoLadeia

    coluna

    Publicado: 11/12/2019 às 14h24min | Atualizado 11/12/2019 às 14h25min

    A-A+

    Projeto é ambicioso: 600 mil propriedades regularizadas até 2022

    Frase do dia “Não se deixem enganar! Aneel anuncia redução no valor da conta de luz, porém Energisa assume que a tarifa vai subir!”..

    Frase do dia

    “Não se deixem enganar! Aneel anuncia redução no valor da conta de luz, porém Energisa assume que a tarifa vai subir!” –Deputado federal Coronel Chrisóstomo

    1-Visão monocular esquerda 

    Um site esquerdista trouxe o artigo “A grande autocrítica que parte da esquerda deve ao povo brasileiro”. Li até aqui: “Bastou Lula sair da cadeia, sua popularidade crescer espantosamente a ponto de colocar em xeque o castelo do bolsonarismo-lavajatismo para a PF e o MP partirem pra cima de um de seus filhos, Fábio Luis Lula da Silva, numa história requentada e sem fundamento algum. Isto é a Lava Jato: uma operação para acuar a esquerda e implantar um regime de terror policial com perfil de extrema-direita. Os líderes de esquerda que embarcaram no discurso do “combate à corrupção” devem ao país uma autocrítica severa”. O autor é Mauro Lopes. Que contorcionismo para produzir um texto caôlho. “Vixi, garrei nojo”. 

    2-Algo novo na questão da terra

     

    O projeto é ambicioso: 600 mil propriedades regularizadas até 2022. Por medida provisória o governo muda a regularização com entrega dos documentos de forma eletrônica, restringindo as vistorias in loco e usando o georreferencimento e o Cadastro Ambiental Rural. Vistorias prévias e presenciais, só serão exigidas em áreas acima de 15 módulos fiscais. O resto é pelo satélite. Para o Incra o passivo a titularizar é o dobro da proposta do governo sendo só em assentamentos, 970. O tema não é manso ou pacífico. Ambientalistas afiam as garras, a esquerda sassarica e há um problema sério: a grilagem recente avançou e pode avançar mais.  

    3-Toma lá, dá cá

    A Lavajato deu uma traulitada na família da “alma mais honesta do Brasil”. Para a esquerda é prato requentado e uma forma de punir o “Redivivo” em busca do discurso perdido na prisão. Mas, sempre há a possibilidade de trucar os “juvenis de Curitiba” e a primeira trucada é esta: não se pode mais prender alguém sem uma prova robusta e olha que a prisão do “fiduhómi” foi até pedida, mas negada pela juíza titular do caso. A segunda trucada foi a soltura de Pezão, o governador do Rio de Janeiro, preso pela Lavajato que vai passar o natal o ano novo em casa ainda que com tornozeleira, para lembrar aos juvenis que os tempos são outros. É truuuuco!

    4-Rachadão

    A guinada do Brasil para a direita ao que parece parece “consistente e durável”, diz o jornalista Hélio Gurovitz e mais, “Bolsonaro nem é o fascista que a esquerda apavorada ama odiar, nem o liberal que a direita ilustrada adoraria amar”. Logo após a liberação do Redivivo da cadeia, o PT tentou aglutinar ao seu redor todos os partidos com espectro de esquerda e deu ruim. Só o PCdoB e o PSol continuam perfilados, o espertíssimo Ciro Gomes abre as asas sobre o restante e o primeiro movimento se dá no Rio de Janeiro com PDT, PSB, PV e Rede formando um bloco para disputar juntos a eleição de 2020.  Ciro lidera o racha e prepara mais um passo: a criação do grupo independente na Câmara. Puxadinhos com novo dono? Quem diria… 

    5-Casa de caba no Incra 

    Um dia depois do anúncio da MP que altera regras para a titularização da terra o Incra virou uma “casa de cabas”. Ainda que não esperada, a operação era previsível. O governo federal na gestão Bolsonaro fez uma limpa nas superintendências e esvaziou o órgão. Era o alerta para os navegantes de que havia tempo ruim pela popa. Ao todo, são cinco mandados de preventiva e 23 de busca e apreensão nas cidades em Brasília, Porto Velho, Ouro Preto do Oeste, Salvador e Curitiba. Os mandados são da 3ª Vara da Justiça Federal em Porto Velho e segundo afirma a PF que o tombo no erário ultrapassa R$ 1 milhão. A “tchurma do querumêu” não dorme nunca.


    Deixe o seu comentário

    sobre Léo Ladeia

    Leo Ladeia é baiano de Itororó, torcedor do Bahia ou um pau rodado que apoitou por aqui. Começou como radialista na Rádio Vitória Régia aos 55 anos. Apresentou o programa Lendas do Rock na rádio Parecis. Na SIC TV como aqui no Gente de Opinião Léo Ladeia fez de tudo. Astronauta, boy, pintor, poeta e pedreiro. Mutante, gosta de experimentar e de desafios, atualmente Ladeia está trabalhando no Rede TV Rondônia, canal 17,do Sistema Gurgacz de Comunicação.

    Arquivos de colunas