porto velho - ro, 17 Julho 2019 16:59:35
Cidades

Projeto vai dar direito a servidor que recebe abaixo do mínimo

De acordo com dados da Administração, a proposta abrange 571 funcionários do município que recebem o salário-base abaixo do mínimo.

Por Redação
A- A+

Publicado: 12/02/2019 às 08h30min

Uma reunião ocorrida ontem (11), no gabinete da prefeitura de Rolim de Moura, a pedido do prefeito Luizão do Trento, reuniu secretários da administração e a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais da Zona da Mata (Sinsezmat).

Lei entrará em vigor no próximo ano, informou Luizão. – Foto: Divulgação

O objetivo foi apresentar um projeto de lei do Executivo que propõe que os servidores que há anos recebem abaixo do mínimo, a partir de janeiro 2020 possam receber o complemento salarial perfazendo o direito de que nenhum servidor vai receber abaixo de um salário mínimo nos seus vencimentos-base.

De acordo com dados da Administração, a proposta abrange 571 funcionários do município que recebem o salário-base abaixo do mínimo.

O prefeito Luizão do Trento disse que juntamente com a equipe tem trabalhado para equilibrar as contas e ao tomar conhecimento dessa situação está buscando resolver a questão sem comprometer o orçamento do município. “O que faremos com esse projeto é valorizar esses servidores que recebem abaixo do mínimo no salário-base, vamos corrigir esse erro, mas faremos com planejamento e os pés no chão, sabemos da importância dos servidores e procuramos valorizá-los, de acordo com a nossa realidade”, disse.

APROVAÇÃO

Para a presidente do Sinsezmat, Cristiane Ortega, é importante o projeto de lei, porque outras situações como gratificação, horas-extras, insalubridade terá como base o salário-base e o complemento, é uma falha que está sendo corrigida, e o importante que atinge a categoria que mais precisa que é o pessoal de apoio e até os próprios agentes administrativos que serão melhores remunerados.

Luizão lembrou que com as gratificações, nenhum servidor do município recebe abaixo de um salário mínimo, porém para efeito de aposentadoria, quem recebe menos que o mínimo pode ter complicações junto à previdência e o projeto visa resguardar o direito do servidor.

O projeto será enviado à Câmara para ser analisado e ser transformado em Lei em vigorar em 2019.



Escreva um comentário