porto velho - ro, 21 Março 2019 02:19:17
Cidades

Providências quanto a entrega de casas populares são cobradas

Segundo Vagno Panisoly, foi detectado que a obra não seria entregue no prazo estipulado nesse novo acordo, e esgotadas as tentativas

Por Redação
A- A+

Publicado: 12/02/2019 às 08h02min

Se preferir, ouça a versão em áudio

A prefeitura de Ouro Preto do Oeste protocolou no último dia 23 de janeiro de 2019, no Ministério Público Federal em Porto Velho, um documento denunciando o grande atraso por parte da empresa Associação dos Pequenos Agricultores do Nuar Casa Nova Esperança (Apane) na entrega das 150 moradias pertencentes ao programa Minha Casa, Minha Vida.

No final do ano passado, a empresa Apane pediu novo prazo para a Caixa Econômica Federal (CEF), informando que as casas seriam entregues em fevereiro deste ano.

Segundo o prefeito Vagno Panisoly, durante vistorias realizadas no Conjunto Habitacional, foi detectado que a obra não seria entregue no prazo estipulado nesse novo acordo, e esgotadas as tentativas. “O único caminho foi protocolar esta denúncia no Ministério Público Federal para que haja uma intervenção em prol da população contemplada, pois o município infelizmente não tem mais o que fazer”, disse.



Escreva um comentário