Porto Velho/RO, 12 Dezembro 2019 00:15:54

    SolanoFerreira

    coluna

    Publicado: 22/10/2019 às 16h02min | Atualizado 22/10/2019 às 16h05min

    A-A+

    Qual o valor da família em casos de tamanha crueldade?

    A violência que assombra a população brasileira não tem mais limites. Até em casa, no seio familiar, ninguém está seguro. O..

    A violência que assombra a população brasileira não tem mais limites. Até em casa, no seio familiar, ninguém está seguro. O comportamento humano está cada vez mais distorcido e a vulnerabilidade no lar é cada vez maior. O noticiário está repleto de casos de violência dentro do lar, envolvendo pessoas que deveriam proteger. Todos os dias, as notícias são as mais trágicas e comoventes, impossíveis de acreditar.

    São crianças, ainda bebês, que sofrem violência sexual e agressões sem precedentes. Difícil tolerar que indefesos e inocentes possam passar por tamanha dor que causará sequelas físicas e emocionais para toda a vida. Quando o pior acontece, são mortas por mãos que deveriam proteger, guardar e sustentar.

    A violência dentro de casa vai além e atinge adolescentes, jovens, adultos; numa demonstração de que a família vem deixando de ser espaço de vivência harmônica e de felicidade.

    Outro fator observado na violência dentro do lar é que as mulheres continuam sendo as principais vítimas. O corpo e a alma delas parece não ter valor entre parentes, consanguíneos ou não, que nada respeitam e nada protegem.
    O impacto negativo nas famílias brasileiras mostram que o país virou de cabeça para baixo e os valores foram totalmente desconstruídos e piorados a cada dia. O trato com esse tipo de crime precisa de rigor, pois quem não respeita os de casa, não terá qualquer piedade com os de fora. Algo sério precisa ser feito para inibir e coibir a crescente e absurda violência nos lares.


    Deixe o seu comentário

    Arquivos de colunas