porto velho - ro, 22 Setembro 2019 04:34:14

    CarlosSperança

    coluna

    Publicado: 28/05/2019 às 08h23min | Atualizado 28/05/2019 às 10h29min

    A-A+

    Queixas sobre a segurança pública se multiplicam em PVH

    Trump, tapas e beijos Depois de desprezar o acordo feito com o Brasil para apoiar seu ingresso na OCDE, o presidente Donald Trump enfim..

    Trump, tapas e beijos

    Depois de desprezar o acordo feito com o Brasil para apoiar seu ingresso na OCDE, o presidente Donald Trump enfim mandou apoiar a reivindicação. É o estilo Trump, moldado quando foi showman na TV: faz as coisas quando lhe convém, não quando todos esperam ou seria razoável. Prefere chocar e surpreender a ser previsível e coerente.

    Apoiar a reivindicação era um afago escondido de Trump para compensar os prejuízos que o agro brasileiro terá com o tapa que já estava em suas cogitações. Como um “John Wick” sem limites, aproveitou a mais recente cabeçada que deu na China para esbofetear o Brasil e a Rússia.

    Os fazendeiros americanos, base do Partido Republicano, sofrem toda vez que Trump ataca a China em um episódio da guerra comercial e era preciso afagá-los em casa. Concedeu-lhes, assim, um pacote de compensações de US$ 16 bilhões que alivia sua situação, mas prejudica sobretudo o Brasil, considerando a depressão que assola a “nação amiga.”

    As esperanças estão em uma quarta nação dos Brics: a Índia, que reelegeu o primeiro-ministro nacionalista Narendra Modi, considerado um moderador entre a crescente força do presidente Xi Jinping e os arroubos do agressivo líder americano. Dividido e em cacos, não se sabe se o Brasil só vai assistir a esse jogo ou também entrará em campo.

    ……………………………………….

    A segurança

    As queixas sobre a segurança pública se multiplicam em Porto Velho. De roubo de celulares a assaltos praticados nos pontos de ônibus, dos arrombamentos em residências e estabelecimentos comerciais. Nada se faz com as cracolândias espalhadas pela capital rondoniense do centro histórico a Zona Leste. Creches, delegacias e postos de saúde abandonados viraram refugios da bandidagem – e da dengue. É lamentavel.

    A renovação

    Com o projeto “Mais Progressistas”, o PP de Ivo Cassol busca a renovação e a preparação dos seus quadros para as eleições municipais do ano que vem. Tendo na presidência atualmente a deputada federal Jaqueline Cassol, o partido deve liderar uma coalizão lançando candidatos às prefeituras dos principais pólos regionais do estado.

    Fusão em estudos

    O PSDC, liderado no estado pelo ex-presidente da Assembléia Legislativa Neodi Carlos e pelo empresário Edgar do Boi, vice-prefeito de Porto Velho, estuda uma fusão com outras legendas desde o ano passado. As costuras a respeito desta incoporação do partido seguem com tratativas levadas a efeito pelo Diretório Nacional. O PR era cogitado para a parceria.

    Forte nominata

    Com a expectativa de recuperação em Rondônia nas eleições de 2020, depois de apanhar feio nos últimos pleitos e perder muito dos seus principais quadros, o diretório estadual do PT, sob o comando de Lazinho da Fetagro já começa a tratar das nominats a vereança. Na capital, o partido de Lula poderá contar com a postulação a prefeitura de Porto Velho do ex-prefeito Roberto Sobrinho.

    Dois nomes

    Nos bastidores políticos se fala que o PSB conta com dois possíveis pré-candidatos ao Paço Tancredo Neves, sede da prefeitura de Porto Velho, no ano que vem. Seriam o ex-prefeito e atual deputado federal Mauro Nazif e o ex-governador tampão Daniel Pereirinha. Como Nazif tem o controle do PSB acredita-se que para Pereirinha obter um lugar ao sol para entrar na peleja terá que migrar de legenda. E já esta a cata.

    Via Direta

    *** Vereadores de Rolim de Moura conspiram para arrancar do poleiro o prefeito Luizão do Trento (PSDB) *** O alcaide aposta em alianças com outros partidos para salvar o pescoço*** A eleição suplementar de Candeias do Jamari, programada para 7 de julho já começa a agitar aquela progressista cidade satélite, completamente sem estrutura *** Meia dúzia de postulantes vão se arriscar numa refrega que promete muita confusão e troca de acusações sobre o cime perpetrado contra o prefeito Chico Pernambuco.


    Escreva um comentário

    sobre Carlos Sperança

    Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

    Arquivos de colunas