Porto Velho/RO, 14 Agosto 2020 09:12:22

CarlosSperança

coluna

Publicado: 14/08/2020 às 09h10min | Atualizado 14/08/2020 às 09h12min

A-A+

Racha evangélico deve favorecer candidato que já figuram no bloco A da sucessão na capital

Objetividade e ação Para o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), não é por acaso que o mundo se horroriza..

Objetividade e ação

Para o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), não é por acaso que o mundo se horroriza com o Brasil por conta do desmatamento na Amazônia. O terror não vem só da devastação que desorganiza o clima e das queimadas que reduzem a qualidade do ar: o mundo se horroriza com as denúncias de genocídio sobre os povos da floresta.

Mesmo com tanto horror, porém, ninguém questiona a soberania nacional. Submissão a nações estrangeiras é inaceitável, mas sempre serão bem-vindas as parcerias internacionais e a atração de investimentos de qualidade, ou seja, com forte e rápida capacidade para melhorar a infraestrutura, alavancar o desenvolvimento e favorecer ganhos sociais.

É preciso reconhecer erros e corrigi-los, melhorando a gestão, ampliando e fortalecendo os bons programas. Enxugar, sim, mas principalmente aprimorar a qualidade do Estado, punindo o crime, a corrupção e a prevaricação no mesmo ritmo, não como discurso para ganhar votos, mas como práticas para unir a nação.

O horror que o mundo sente e que faz a imagem do Brasil ser uma das piores na atualidade só poderá ser dissolvido quando as autoridades brasileiras reconhecerem que as tarefas de combate ao crime, defesa sanitária das populações, proteção ambiental e ações de sustentabilidade requerem mais que retórica pseudonacionalista. Requerem objetividade e ação.

………………………………………………………..

Lista enorme

A lista de prováveis pretendentes da prefeitura de Porto Velho vai aumentando dia a dia. Vamos a mais uma, no momento, em que o prefeito Hildon Chaves sinaliza desistência do projeto de eleição. 1-Leo Morais (Podemos) 2-Mauro Nazif (PSB) 3- Vinicius Miguel (Cidadania) 4- Cristiane Lopes (PP) 5- Fabricio Jurado (DEM) 5 – Eyder Brasil (PSL) 6 –Breno Mendes (Avante) 7 –Ramon Cajui (PT) 9- Samuel Costa (PC do B) 10 –Lindomar Garçom (Republicanos 11- Tesari (PSD) 12 – Pimenta de Rondônia (PSOL) 13- Ruy Motta (PDT) 14 –Mauricio Carvalho (PSDB) 15 –Willians Pimentel (MDB) 16 – Edvaldo Soares (PSC).

Mais cogitados

A nominata em Porto Velho segue com outros tantos pré-candidatos e pode chegar a 20. No entanto, a maior parte da lista busca uma indicação de vice e no frigir dos ovos não passarão de sete, já que as candidaturas firmes são apenas aquelas melhor estruturadas e em condições de celebrar alianças para chegar lá. É um pleito que já projeta que teremos dois turnos, tal a fragmentação de votos com tantas candidaturas e sem Hildon Chaves já temos um primeiro pelotão formado com Leo, Nazif, Vinicius Miguel, Garçom e Cristiane.

Um périplo

Já desincompatibilizado do seu cargo de assessor do prefeito Hildon Chaves, o ex-deputado Federal Lindomar Garçom (Republicanos) e nome ungido pelos bispos da Universal, começou um périplo pelos órgãos de imprensa para confirmar a disposição de sua candidatura a prefeito de Porto Velho. Será a terceira tentativa, já que nas duas anteriores levou pau. Esta largando bem nas minhas primeiras sondagens, mesmo com a fama de mentiroso e comportamento de cavalo paraguaio nos pleitos.

Racha evangélico

Se a eleição fosse hoje, seguramente – até para minha perplexidade – Lindomar Garçom estaria entre os três mais votados, disputando pau a pau uma vaga no segundo turno. No entanto, com o racha evangélico ocasionado pelo lançamento da candidatura de Edvaldo Soares (PSC) pelas igrejas da Assembleia de Deus – com apoio unificado das unidades das Missões e Madureira – Garçom perde força na busca da cadeira de Hildon Chaves. Só a Universal e a Record dos Bispos e de Everton Leoni não garantem Garçom e ele ainda sofre a animosidade das demais comunidades evangélicas da aldeia.

Os beneficiados

Os beneficiados pelo racha evangélico, que pode tirar Garçom das paradas de sucesso, são Leo Moraes (Podemos), Mauro Nazif (PSB), Vinicius Miguel (Cidadania) e Cristiane Lopes (PP) melhor encaminhados para as duas vagas no segundo turno. No entanto, é possível considerar que dentro da base aliada do prefeito Hildon Chaves, que Garçom é o nome mais competitivo pois já tinha largado bem em redutos importantes da Zona Leste (eixo Tancredo/JK/Ulisses) e Zona Sul ( eixo Eldorado/Cohabs/ Caladinho)

Via Direta

*** A fumaceira vai aumentando sensivelmente em Porto Velho refletindo nas doenças respiratórias, principalmente das crianças e dos idosos. As farmácias estão lucrando com a desgraceira *** Os católicos comemoram a volta das missas presenciais a partir de 12 de setembro em Rondônia. Mas tudo dentro das regras de distanciamento, uso de máscaras, etc. *** Já está em campo mais um candidato a prefeitura de Porto Velho. Trata-se de Fabrício Jurado, nome indicado pelos Democratas e liderança emergente nestas bandas *** Com a provável liquidação da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia-Caerd os funcionários da empresa já estão em polvorosa *** Quase 200 estão ameaçados de perder emprego até o final do ano e passar um Natal sem um esqueleto de frango na mesa. Coisa de louco!


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas