porto velho - ro, 01 Novembro 2019 19:50:23
    Cultura

    Rádio Alvorada completa 41 anos de história em Ji-Paraná

    Ao longo desses 41 anos, a Rádio Alvorada vive, é parte e ajuda a contar a história de Rondônia

    Por Fernando Pereira
    A-A+

    Publicado: 14/10/2019 às 08h20min | Atualizado 15/10/2019 às 09h20min

    Na manhã de sexta-feira (11) os colaboradores da Rádio Alvorada celebraram, com um farto café da manhã, o aniversário de número 41 da emissora que foi a terceira a começar a operar no estado e a primeira do interior. Ao longo desses 41 anos, a Rádio Alvorada vive, é parte e ajuda a contar a história de Rondônia e pela forma responsável que tem de contratar os profissionais que atuam em seu quadro de colaboradores, a emissora sempre esteve no ar com locutores de altíssimo gabarito e por isso ganhou e manteve audiência, pois, quem a ouve o faz na certeza de que vai ser informado com credibilidade.

    Estar em atividade durante mais de quatro décadas tendo a concorrência que tem no mercado e vivendo as oscilações da economia, não é fácil, mas a rádio sempre contou com bons gestores e, claro, com boas parcerias comercias e audiência, e isto tem sido fator primordial para sua permanência ativa na história”, foi o disse Denis Marques, atual diretor da Rádio Alvorada.

    Parcerias comerciais

    Por falar em parceria comercial, há clientes, a exemplo da empresa Sapataria e Selaria Brasil que estão com a Rádio Alvorada desde que ela entrou no ar.

    É uma parceria que deu muito certo pelo fato de a rádio, através de seus bons programas, ter divulgado nossa marca fazendo ela ficar viva na mente das pessoas”, declarou Adeilson Martins, gerente comercial da empresa. Continuar lendo

    Outra parceria história é mantida, já há 35 anos, entre a Rádio Alvorada e a Cerâmica Belém. O empresário Laércio Miranda diz que a emissora tem cumprido bem o seu papel social.

    Estar viva e ativa ao longo de 41 anos é fruto da competência dos gestores, locutores e de toda a equipe que faz a Rádio acontecer. Nossa parceria já é de longa data e não tem prazo para encerrar”, declarou.

    Ouvintes fiéis

    Uma das ouvintes lendárias da Rádio Alvorada é a dona Maria José, que é moradora da Linha 200, já na região do município de Ouro preto do Oeste. Ela, como é ‘dona de casa’, fica com o rádio ligado quase que o dia inteiro e sintonizado na Alvorada.

    Eu ou a Rádio desde que ela começou a funcionar em caráter experimental. É através dela que fico sabendo de tudo que se passa na nossa região e no nosso estado. Sou ouvinte assídua do programa do Camata que acabou virando nosso amigo e é aqui que ele sempre vem pescar e bater um bom papo com a gente”, contou.

    Profissionalismo

    O locutor mais antigo em atividade na Rádio é o Valdemar Camata, que apresenta o “Programa do Camata” que vai ao ar de segunda a sexta-feira das 15h às 17h. Camata, que viveu e foi protagonista na história da rádio, fez uma análise dos altos e baixos que ela viveu.

    Comecei a trabalhar na Alvorada quando ela estava com seis meses que tinha sido inaugurada. Eu já vinha com 20 anos de experiência em rádios que obtive em outras regiões do País, e cheguei para abrir o primeiro programa jornalístico da emissora. Sempre trabalhei da perspectiva de que uma rádio é uma concessão pública, portanto, deve servir as pessoas com a verdade. Sempre procuramos seguir, na Alvorada, uma linha reta que, algumas vezes, cruzou com ‘políticos tortos’, mas sobreviemos às perseguições e hoje, graças a Deus, a emissora está nas mãos da família Gurgacz que, embora seja política, permite a gente trabalhar com a isenção que o jornalismo necessita para servir bem os ouvintes”, ponderou Camata.

    Outro locutor “de peso” que a emissora tem é o jornalista Fábio de Souza que apresenta três horas de programa jornalístico de segunda a sexta-feira. “A Rádio Alvorada, mais do que ser um instrumento de informação a serviço das pessoas, sempre foi um seleiro de formação de bons profissionais. Aqui foi a escola de muita gente. Sou grato à família Gurgacz p

    or ter me aberto essa porta para que eu pudesse fazer o que amo que é servir as pessoas com a informação”, destacou Fábio.

    Vinte anos com o SGC

    A Rádio Alvorada passou a integrar o conglomerado de mídia do Sistema Gurgacz de Comunicação em 1999. E, desde então, consolidou-se ainda no mercado radiofônico, conseguindo ser competitiva e mantendo seu espaço conquistado.

    Com a migração que uma lei federal nos obrigou a fazer do AM para o FM, deixamos de ter a abrangência regional que tinha, pois antes de mudar de faixa penetrávamos em mais de 180 quilômetros circulares, atingindo mais de 20 municípios. Mas ainda chegamos a Ouro Preto, Médici, regiões de Alvorada e nos distritos. Nessa migração, ampliamos ainda mais nossa programação jornalística, seja ela esportiva, policial ou a convencional. De cedo até a tarde, incansavelmente, nossos colaboradores estão lá informando as pessoas. E isto é o nosso diferencial, pois em quase todos os horários, as rádios coirmãs estão tocando música e, assim, somos uma opção diferente”, pontuou a empresária e uma das diretoras do SGC, Ana Gurgacz.

    Dia de Make

    Aproveitando o Aniversário da Rádio e também o mês de Outubro “Rosa”, o SGC, pensando em prestigiar as colaboradoras, fez parceria com Adryele Silvestre, que é maquiadora e representante Mary Key. As mulheres foram maquiadas para passarem o dia mais belas e aproveitaram para fazer selfies e fazer publicações em suas redes sociais.

    Adorei essa parceria, pois, através dela, nós prestigiamos as mulheres aqui do SGC, nesse dia especial do aniversário da Rádio Alvorada. E o beneficio foi mutuo, pois eu pude apresentar os produtos da marca para as meninas e elas amaram a possibilidade de ser elegantes de uma forma bastante acessível”, celebrou Adryelle.

    A moça trabalha muito bem, me deixou perfeita. É sempre bom a gente receber ações assim que nos deixa com a autoestima elevada e nos faz passar um dia mais alegre e se sentido exuberante”, foi o que disse a Repórter do SGC, Ellem Araújo, sobre ter sido maquiada na ação da empresa para prestigiar as colaboradoras.

    Na manhã de sexta-feira (11) os colaboradores da Rádio Alvorada celebraram, com um farto café da manhã, o aniversário de número 41 da emissora que foi a terceira a começar a operar no estado e a primeira do interior. Ao longo desses 41 anos, a Rádio Alvorada vive, é parte e ajuda a contar a história de Rondônia e pela forma responsável que tem de contratar os profissionais que atuam em seu quadro de colaboradores, a emissora sempre esteve no ar com locutores de altíssimo gabarito e por isso ganhou e manteve audiência, pois, quem a ouve o faz na certeza de que vai ser informado com credibilidade.

    “Estar em atividade durante mais de quatro décadas tendo a concorrência que tem no mercado e vivendo as oscilações da economia, não é fácil, mas a rádio sempre contou com bons gestores e, claro, com boas parcerias comercias e audiência, e isto tem sido fator primordial para sua permanência ativa na história”, foi o disse Denis Marques, atual gerente da Rádio Alvorada.

    Denis Marques, atual gerente da Rádio Alvorada

    Parcerias comerciais

    Por falar em parceria comercial, há clientes, a exemplo da empresa Sapataria e Selaria Brasil que estão com a Rádio Alvorada desde que ela entrou no ar.

    “É uma parceria que deu muito certo pelo fato de a rádio, através de seus bons programas, ter divulgado nossa marca fazendo ela ficar viva na mente das pessoas”, declarou Adeilson Martins, gerente comercial da empresa.

    Outra parceria história é mantida, já há 35 anos, entre a Rádio Alvorada e a Cerâmica Belém. O empresário Laércio Miranda diz que a emissora tem cumprido bem o seu papel social.

    “Estar viva e ativa ao longo de 41 anos é fruto da competência dos gestores, locutores e de toda a equipe que faz a Rádio acontecer. Nossa parceria já é de longa data e não tem prazo para encerrar”, declarou.

    Ouvintes fiéis

    Uma das ouvintes lendárias da Rádio Alvorada é a dona Maria José, que é moradora da Linha 200, já na região do município de Ouro preto do Oeste. Ela, como é ‘dona de casa’, fica com o rádio ligado quase que o dia inteiro e sintonizado na Alvorada.

    “Eu ou a Rádio desde que ela começou a funcionar em caráter experimental. É através dela que fico sabendo de tudo que se passa na nossa região e no nosso estado. Sou ouvinte assídua do programa do Camata que acabou virando nosso amigo e é aqui que ele sempre vem pescar e bater um bom papo com a gente”, contou.

    Profissionalismo

    O locutor mais antigo em atividade na Rádio é o Valdemar Camata, que apresenta o “Programa do Camata” que vai ao ar de segunda a sexta-feira das 15h às 17h. Camata, que viveu e foi protagonista na história da rádio, fez uma análise dos altos e baixos que ela viveu.

    “Comecei a trabalhar na Alvorada quando ela estava com seis meses que tinha sido inaugurada. Eu já vinha com 20 anos de experiência em rádios que obtive em outras regiões do País, e cheguei para abrir o primeiro programa jornalístico da emissora. Sempre trabalhei da perspectiva de que uma rádio é uma concessão pública, portanto, deve servir as pessoas com a verdade. Sempre procuramos seguir, na Alvorada, uma linha reta que, algumas vezes, cruzou com ‘políticos tortos’, mas sobreviemos às perseguições e hoje, graças a Deus, a emissora está nas mãos da família Gurgacz que, embora seja política, permite a gente trabalhar com a isenção que o jornalismo necessita para servir bem os ouvintes”, ponderou Camata.

    Outro locutor “de peso” que a emissora tem é o jornalista Fábio de Souza que apresenta três horas de programa jornalístico de segunda a sexta-feira. “A Rádio Alvorada, mais do que ser um instrumento de informação a serviço das pessoas, sempre foi um seleiro de formação de bons profissionais. Aqui foi a escola de muita gente. Sou grato à família Gurgacz por ter me aberto essa porta para que eu pudesse fazer o que amo que é servir as pessoas com a informação”, destacou Fábio.

    Vinte anos com o SGC

    A Rádio Alvorada passou a integrar o conglomerado de mídia do Sistema Gurgacz de Comunicação em 1999. E, desde então, consolidou-se ainda no mercado radiofônico, conseguindo ser competitiva e mantendo seu espaço conquistado.

    “Com a migração que uma lei federal nos obrigou a fazer do AM para o FM, deixamos de ter a abrangência regional que tinha, pois antes de mudar de faixa penetrávamos em mais de 180 quilômetros circulares, atingindo mais de 20 municípios. Mas ainda chegamos a Ouro Preto, Médici, regiões de Alvorada e nos distritos. Nessa migração, ampliamos ainda mais nossa programação jornalística, seja ela esportiva, policial ou a convencional. De cedo até a tarde, incansavelmente, nossos colaboradores estão lá informando as pessoas. E isto é o nosso diferencial, pois em quase todos os horários, as rádios coirmãs estão tocando música e, assim, somos uma opção diferente”, pontuou a empresária e uma das diretoras do SGC, Ana Gurgacz.

    Dia de Make

    Aproveitando o Aniversário da Rádio e também o mês de Outubro “Rosa”, o SGC, pensando em prestigiar as colaboradoras, fez parceria com Adryele Silvestre, que é maquiadora e representante Mary Key. As mulheres foram maquiadas para passarem o dia mais belas e aproveitaram para fazer selfies e fazer publicações em suas redes sociais.

    “Adorei essa parceria, pois, através dela, nós prestigiamos as mulheres aqui do SGC, nesse dia especial do aniversário da Rádio Alvorada. E o beneficio foi mutuo, pois eu pude apresentar os produtos da marca para as meninas e elas amaram a possibilidade de ser elegantes de uma forma bastante acessível”, celebrou Adryelle.

    “A moça trabalha muito bem, me deixou perfeita. É sempre bom a gente receber ações assim que nos deixa com a autoestima elevada e nos faz passar um dia mais alegre e se sentido exuberante”, foi o que disse a Repórter do SGC, Ellem Araújo, sobre ter sido maquiada na ação da empresa para prestigiar as colaboradoras.



    Escreva um comentário


    Mais sobre Cultura