Porto Velho/RO, 10 Novembro 2021 06:01:00

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 10/11/2021 às 06h00min

A-A+

REFAZ é necessário para dar fôlego para as empresas

As lideranças empresariais de Rondônia fazem esforço pela votação e aprovação do Projeto de Lei, de autoria do governo estadual, que..

As lideranças empresariais de Rondônia fazem esforço pela votação e aprovação do Projeto de Lei, de autoria do governo estadual, que cria o REFAZ, programa de recuperação de crédito do ICMS (Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). O montante em dívida ativa ainda não foi revelado, mas é uma fortuna considerada perdida e que precisa ser recuperada. Com a Lei aprovada, as empresas poderão se regularizar, salvando a si mesmas e aos empregos, já que 75% da mão de obra empregada regularmente vem das: micros, pequenas e médias empresas.

Outra vantagem apontada pelas lideranças empresariais é que a dívida ativa das empresas com o ICMS, é um enorme volume de recursos econômicos que está emperrado e sem previsão de pagamento, considerando que a situação das empresas piorou durante a pandemia do novo coronavirus. Com o programa de recuperação de crédito, as empresas voltariam a pagar essas dívidas, o Estado teria mais recursos ativos, e as prefeituras também ganhariam com o aumento no Fundo de Participação dos Municípios. Portanto, será um negócio importante para todos.

O que intriga as lideranças empresariais é que, a demora para votar e aprovar essa Lei não tem precedente. Se é bom para todas as partes envolvidas não haveria razão para tanta demora. Os setores econômicos têm pressa porque está difícil manter os negócios, e com a pendencia no Fisco Estadual, as empresas ficam com restrições que prejudicam o andamento financeiro.

Depois de quase dois anos lutando para manter as portas abertas, os empresários apelam para que, enquanto as empresas têm fôlegos é importante ter alternativas para recuperar os negócios sobreviventes. Além do REFAZ, as instituições organizam outras ações que possam reforçar as vendas e atrair maior consumo, principalmente para as vendas de final de ano. 


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas