Porto Velho/RO, 11 Novembro 2021 12:07:38

RobertoRavagnani

coluna

Publicado: 11/11/2021 às 12h07min

A-A+

Reflexão de Ser Voluntário

Lendo o texto de Sofia Esteves, a reflexão foi direta para o voluntariado, por isso aproveitei alguns trechos.  Recentemente, nos..

Lendo o texto deSofia Esteves, a reflexão foi direta para o voluntariado, por isso aproveitei alguns trechos.  Recentemente, nos surpreendemos com uma notícia de acidente aéreo, que naturalmente são sempre trágicos, mas quando ele tira a vida de uma pessoa de só 26 anos, no auge de carreira e mãe de um menino de menos de 2 anos, o choque é ainda pior.  1- Antes da carreira, Marilia Mendonça passava o dia inteiro no estúdio tentando compor: muita gente achava que era dom, mas ela contou que ficava o dia inteiro tentando criar letras. Ou seja, era uma soma de dom com muita dedicação.(Ser Voluntário também não é um dom e não nos torna super nada, mas é uma decisão importante que tomamos e com ela vem a responsabilidade de impactar vidas). 2- Começou cantando de graça para ganhar experiência: Onde chamavam, ela ia. Levava a mãe junto e, no começo, o máximo que elas ganhavam era a comida que estava sendo servida na festa.(Ser Voluntário é uma ferramenta fantástica de conseguir experiencia em uma carreira ou atividade).3- Em um bar, um rapaz pediu para ela cantar 5 vezes seguidas a mesma música. Ela cantou, sorrindo, não reclamou e acabou ganhando do cliente o dinheiro que precisava para religarem a luz da casa dela, que estava cortada.(Ser Voluntário é ser resiliente, fazer muitas vezes as mesmas coisas buscando amenizar a dor, a fome, a falta de amor e de criatividade de muitos que não tem acesso a isso de forma costumeira).4- Quis retribuir o carinho que recebia: a turnê “Todos os Cantos” contou com shows gratuitos em diversas capitais brasileiras e foi idealizada por Marília para todo mundo, principalmente pessoas de baixa renda, ter oportunidade de assistir a um show dela.(Ser Voluntário é uma forma de retribuir a sociedade o que temos, por menor que possa ser, mas também é uma forma de distribuir gratidão e amor para outros que não sabemos quem são, mais que assim como nós tem as mesmas necessidades.). 5- Marília empoderou mulheres: O sertanejo era um gênero musical bastante machista e, através das letras, a cantora ajudou mulheres a serem fortes, determinadas, a acreditarem nelas mesmas e que podem fazer o que quiserem e chegar aonde sonharem.(Ser Voluntário é uma forma de empoderar, mulheres, homens, jovens e crianças, empondera-los de forma que percebam que juntos podemos fazer muito em prol de um mundo melhor para todos).Que tal sempre tirar aprendizados de tudo que acontece a nossa volta? Por pior que possa parecer e é, como a partida inesperada de alguém que admiramos ou amamos.

Oedital do Prêmio VOL, bem como os links parainscrição de todas as categorias (OSC’s, empresas, universidades, pessoas e matérias jornalísticas) estão em nossa páginavol.org.br , será uma alegria contar com sua participação.

#maisempatia #servoluntario #maisvoluntários #maisresponsabilidade #voluntariadocorporativo


Deixe o seu comentário

sobre Roberto Ravagnani

Colaborador do Diário da Amazônia-  Roberto Ravagnani é autor, palestrante, jornalista (MTB 0084753/SP), radialista (DRT 22.201), conteudista e Consultor de voluntariado e responsabilidade social empresarial. Voluntário palhaço hospitalar desde 2000, fundador da ONG Canto Cidadão, Associado para o voluntariado da GIA Consultores no Chile, fundador da Aliança Palhaços Pelo Mundo, Conselheiro Diretor da Rede Filantropia, sócio da empresa de consultoria Comunidea e Membro Engage for business. www.robertoravagnani.com.br

Arquivos de colunas