Porto Velho/RO, 14 Fevereiro 2020 16:05:03
    Saúde

    Reforma e ampliação da Maternidade custará mais de 8,5 milhões

    Projeto elaborado pela equipe da Semusa (prefeitura) em conjunto com uma empresa privada já foi aprovado.

    A-A+

    Publicado: 14/02/2020 às 16h00min | Atualizado 14/02/2020 às 16h04min

    O prefeito Hildon Chaves se reuniu com o secretário geral de Governo, Basílio Leandro e o adjunto, Devonildo de Jesus Santana, com a secretária municipal de Saúde adjunta, Marilene Penati e com a equipe técnica responsável pela entrega do projeto técnico da reforma e ampliação da Maternidade Municipal Mãe Esperança. A reunião conteceu nesta quarta-feira, 12, no gabinete do prefeito, prédio do Relógio.

    O investimento será de mais de R$ 8 milhões, sendo R$ 5 milhões de emenda parlamentar da deputada federal Mariana Carvalho, que foi solicitada pelo vereador Mauricio Carvalho e R$ 3,5 milhões de recursos próprios da Prefeitura. O projeto foi encaminhado à Superintendência Municipal de Gestão de Gastos Públicos – SGP e depois para Superintendência Municipal de Licitações – SML para iniciar os trâmites licitatórios e aprovação de orçamento. Posteriormente será feita licitação para então ser emitida a ordem de serviço, cuja obra deve durar cerca de doze meses.
    O projeto foi elaborado pela equipe da Semusa (prefeitura) em conjunto com uma empresa privada e já foi aprovado pelos órgãos sanitários e corpo de Bombeiro.

    Sobre a Reforma:

    Será feita reforma completa da pintura, com recuperação de alvenarias e impermeabilização das estruturas; troca do piso que será vinílico e granilite; substituição de todas as esquadrias (portas e janelas), promovendo maior conforto térmico e modernizando a unidade; reforma elétrica completa, abrangendo as instalações, transformador, central de ar, equipamentos de alta complexidade, iluminação em led; reforma completa da cobertura, abrangendo estruturas e telhas, que serão termoacústicas e estrutura metálica; forro de gesso completo em toda a unidade, com sancas e iluminação decorativa; reforma da fachada, com a implantação de brises metálicos, marquise para abrigo de ambulâncias, com acabamentos modernos e duráveis; reforma completa de acessibilidade, incluindo calçadas, rampas, banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais; reforma dos postos de enfermagem; reforma do centro cirúrgico, contemplando lavabo cirúrgico, postos de enfermagem, sala de serviços, sala de utilidades e sala de recuperação pós anestesia; reforma dos vestiários masculino e feminino de barreira que antecedem o centro cirúrgico; reforma da recepção, circulação e salas de espera (com painéis em MDF, forro de gesso com iluminação, bate maca, forro removível, etc) e reforma das instalações hidrossanitárias, incluindo rede de gases medicinais.

    Fonte: Assessoria



    Deixe o seu comentário