Porto Velho/RO, 31 Agosto 2021 14:10:04

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 10/08/2021 às 06h00min

A-A+

Renda mínima tem importância apesar do preço a ser pago

Apesar de sempre ter um cunho político maior que o social, o programa de renda mínima é importante para garantir a segurança alimentar,..

Apesar de sempre ter um cunho político maior que o social, o programa de renda mínima é importante para garantir a segurança alimentar, para diminuir o impacto da miséria e para completar o ciclo da cadeia de valor aquecendo os comércios de bairros. O valor pago para as famílias mais pobres ajuda a reparar a má distribuição de renda onde uma micro parcela da população é muito rica e uma enorme parcela da população é muito pobre.

Acontece que é preciso planejar bem para saber de onde sairá o dinheiro para custear o fundo. O novo projeto apresentado pelo governo federal deixou claro que os valores virão do parcelamento dos precatórios (dinheiro de servidores públicos aposentados que trabalharam, não receberam e terão a restituição em longas parcelas de nove anos), e outra parte virá dos recursos arrecadados pelas privatizações (que deveriam ser investidos em infraestruturas para que o País reparasse o atraso nesse campo de investimentos). 

O projeto chegou na Câmara dos Deputados onde o governo tem maioria expressiva e as decisões são tomadas pela conveniência política da matéria. Apesar de estar prevista ampla discussão, ao final das contas, o PEC (Projeto de Emenda Constitucional) possivelmente será aprovado sem muitas delongas. 

Outro fator que precisa ser cuidado é com os 16 milhões de beneficiários. Quem serão eles e elas? Já que estamos no País do ‘jeitinho brasileiro’ é natural que muita gente sem precisão deverá receber as concorridas parcelas mensais de R$ 283. Foi assim no quase extinto Bolsa Família, foi assim no Auxílio Emergencial, e não espante se acontecer em breve no Auxílio Brasil. Serão R$ 56 bilhões por ano que precisam ter destino correto e origem justa. O montante requer muita observação desde já. 


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas