BUSCA O QUE ESTÁ PROCURANDO?

Onde deseja efetuar a busca?

Réu é condenado a 31 anos de prisão por estuprar e matar uma enfermeira em Ji-Paraná

Vítima foi morta por asfixia após ser estuprada pelo condenado

Publicado: 07/11/2023 às 18h33

Foto: Divulgação

Um homem foi condenado a 31 anos de prisão pelo Tribunal do Júri pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, estupro e ocultação de cadáver, em Ji-Paraná (RO).

Conforme a denúncia do MP, em janeiro de 2022, o réu realizava um reparo na casa da vítima, uma enfermeira de 51 anos, quando, simulando a venda de uma pia, a atraiu para a casa onde residia, a fim de que a mulher pudesse avaliar a suposta peça.

Já no imóvel, o réu estuprou a vítima e, em seguida, a matou por asfixia. Após o crime, ele ocultou o cadáver em um guarda-roupa, tendo, na sequência, fugido para o Estado do Mato Grosso.

O Júri acatou os argumentos do Ministério Público, o Conselho de Sentença condenou o réu por homicídio triplamente qualificado, meio cruel e asfixia, recurso que dificultou a defesa da vítima e meio para assegurar a ocultação de outro crime, além de estupro e ocultação de cadáver.

A sentença foi estipulada em 31 anos, 1 mês e 10 dias de reclusão, a serem cumpridos em regime inicialmente fechado.

ENTRE NO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP E FIQUE LIGADO NAS NOTÍCIAS

Por Redação SGC

Deixe o seu comentário