porto velho - ro, 23 Maio 2019 23:41:26
Agronegócio

Rodada de Negócios terá feira da agricultura familiar

Produtores rurais e comerciantes de máquinas e insumos agrícolas de Porto Velho e região têm um encontro marcado para os dias 25 à 27..

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 17/04/2019 às 15h48min

Se preferir, ouça a versão em áudio

A feira da agricultura familiar é uma ótima oportunidade para se adquirir produtos frescos ou minimamente processado diretamente do produtor.

Produtores rurais e comerciantes de máquinas e insumos agrícolas de Porto Velho e região têm um encontro marcado para os dias 25 à 27 deste mês de abril, mas a população em geral também está convidada, e para recebê-los, os agricultores da área periurbana da capital participarão da Rodada de Negócios com uma feira de produtos da agricultura familiar.

Será uma ótima oportunidade para quem desejar comprar verduras e legumes frescos, diretamente dos produtores, nos finais de tardes durante o período da rodada de negócios, e não só produtos de alta perecividade, mas também produtos processados como queijos, linguiças, e artesanatos e artesanatos.

Os agricultores familiares há tempos reivindicam a implantação de uma feira do produtor nas proximidades da avenida Imigrantes, para atender moradores dos bairros Panair, São Sebastião 2, Milagres, Pedrinhas e Santo Antonio. Como ainda não saiu a autorização municipal para realizar a feira, os produtores aceitaram a oferta dos organizadores da Rodada de Negócios, para lançar uma edição experimental da feira durante o evento.

Na terça feira as extensionistas sociais da Emater-Ro, Luciley de Queiroz e Vera Lucia, se reuniram com os produtores feirantes para um primeiro treinamento sobre boas praticas de colheita, pós colheita, e higienização e manipulação de alimentos de consumo in natura, e ainda atendimento gentil da clientela.

Entre os quase 40 participantes do treinamento estava o agricultor gaúcho Valmir dos Santos Canabarro que produz e vende embutidos de carne suína, pães e doces, ele conta que quando começou processava apenas um pernil de suíno por semana e agora só de linguiça ele vende em media 160Kg por semana, e está otimista com as possibilidades de boas vendas durante a Rodada de Negócios, e depois na feira do produtor, em local definitivo.

O produtor de frutas e polpas Alexandre da Silva, também aguarda ansioso a feira do produtor para vender seus produtos diretamente ao consumidor, sua produção ainda é pequena porque trabalha em chácara de apenas uma hectare, mas garante ocupação e renda para os três adultos de sua família que produzem banana, maracujá e cacau. Tendo como carro chefe da produção o maracujá, colhe de 5ª 8 caixas de maracujá por dia e vende tudo processado, na forma de polpa congelada.



Escreva um comentário