Porto Velho/RO, 11 Dezembro 2019 18:00:45
    Polícia

    Rondônia debate segurança na região de fronteira

    O secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional, major-brigadeiro Ary Soares Mesquita, representou o governo federal.

    Por Redação Diário da Amazônia
    A-A+

    Publicado: 04/12/2019 às 10h05min

    O Brasil faz fronteira com dez países e 11 estados são fronteiriços, numa extensão territorial de 16.886 quilômetros. O lado marítimo corresponde a 7.367 Km e engloba 17 estados brasileiros. Os dados foram apresentados pelo secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional, major-brigadeiro Ary Soares Mesquita, no encontro anual do Núcleo Estadual para Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira (Neifro), realizado na manhã de ontem, em Porto Velho. Mesquita representou o governo federal e fez explanação sobre o tema “Rotas do tráfico de drogas na América do Sul.Além de toda essa complexidade, o major-brigadeiro ressaltou as prisões na fronteira aeroportuária.

    Segundo dados da Polícia Federal, uma pessoa é presa por dia com drogas em aeroportos do Brasil. “O governo federal tem intensificado o enfrentamento aos crimes de tráfico de drogas, de armas, recuperação de veículos furtados, roubados e o contrabando”, disse o secretário. Outro fato apresentado pelo major-brigadeiro foi a questão do tráfico de pessoas e a exploração sexual. De acordo com a Organizações das Nações Unidas (ONU), o mundo tem mais de 40 milhões de vítimas da escravidão contemporânea, cerca de 25% das vítimas são mulheres e crianças, sendo as meninas as mais afetadas, representando 99% das vítimas na indústria comercial do sexo.

    O secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão e coordenador do Núcleo Estadual para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira de Rondônia, Pedro Pimentel, presidiu a reunião e apontou os benefícios de debater propostas eficazes para solucionar problemas recorrentes na faixa de fronteira. “A proposta é propor e coordenar ações que visem o desenvolvimento de iniciativas necessárias à atuação do governo federal na nossa faixa de fronteira, tendo em vista que, além de combater à criminalidade, precisamos desenvolver economicamente àquela região fronteiriça para crescimento da nossa população, contribuindo com o crescimento do nosso país”, pontuou.

     

    Em Rondônia

    A fronteira amazônica da região de Rondônia possui 1.342 quilômetros de linha divisória com a Bolívia, delimitada totalmente pelos rios Guaporé, Mamoré, Madeira e Abunã. Nove municípios, incluindo parte da capital (sete distritos), fazem limites da linha de fronteira, mas na totalidade Rondônia possui 27 municípios localizados na Faixa de Fronteira. O secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, José Hélio Cysneiros Pachá, falou da atuação da Sesdec na missão de fortalecer a prevenção, o controle, a fiscalização e a repressão aos delitos transfronteiriços, destacando que Rondônia está alinhado com o Programa  Nacional de Proteção Integrada de Fronteira. “Desde outubro estamos com a Operação Horus Rondônia, que tem trazido resultado positivo no combate à criminalidade,” disse. 

     

    Com informações da Secom-RO



    Deixe o seu comentário