porto velho - ro, 23 Agosto 2019 20:33:53
Agronegócio

Rondônia se destaca como maior produtor de leite da região Norte

O deputado estadual Cirone Deiró sugeriu a audiência pública na Assembleia

Por DECOM
A- A+

Publicado: 02/05/2019 às 09h12min | Atualizado 02/05/2019 às 11h16min

Cirone Deiró quer que a cadeia produtiva do leite no Estado seja amplamente discutida (Marcos Figueira – Decom)

“Em 2018, Rondônia foi o maior produtor de leite da região norte e o 7º maior produtor do país. Este cenário revela a necessidade de uma política de incentivo para o setor, ainda mais por considerar que a grande maioria da produção do leite vem da agricultura familiar com produção média de 50 litros de leite por propriedade/dia”, afirmou o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Cirone Deiró (Podemos), ao propor em parceria com o deputado Lazinho Dobri (PT), a realização de Audiência Pública para o dia 16 de maio, às 9h, no auditório da Assembleia Legislativa.

Cirone lembrou que dados do IBGE revelam que o Brasil produziu no último ano, mais de 24 bilhões de litros de leite, sendo que no estado de Rondônia foram produzidos cerca de 650 milhões de litros, uma média de 1,8 milhão litros de leite/dia. “Esta é uma conquista dos produtores de leite que vêm ano, após ano, trabalhando com afinco neste setor da pecuária rondoniense”, registrou, ao destacar que apesar do Estado estar em posição de destaque no cenário nacional ainda há uma lacuna a ser preenchida com políticas efetivas de apoio e incentivo aos produtores de leite.

O parlamentar também defendeu uma justa política de preços ao produtor, que atualmente vende o litro de leite a menos de R$ 1 real, enquanto o preço médio em outros Estados, incluindo bonificação por qualidade pode chegar até a R$ 1,50. “O produtor precisa saber que o leite produzido com qualidade tem valor diferenciado no mercado”, afirmou, ao defender investimentos em tecnologia e inovação para aumentar a produtividade por vaca leiteira, melhorar a qualidade e reduzir os custos.

Cirone lembrou ainda que a renda do leite movimenta a economia nos centros comerciais dos municípios, e gera centenas de empregos nos laticínios e empresas de processamento de derivados do leite existentes no Estado.

O presidente da Comissão de Agricultura assumiu o compromisso de trabalhar pela efetivação de políticas públicas de apoio aos produtores de leite, com ações que vão desde a gestão da propriedade, melhoramento genético das vacas leiteiras, manejo e nutrição.Segundo ele, as adoções destas medidas podem dobrar a produção de leite por vaca. “Uma vaca com boa genética, recebendo nutrição adequada vai dar um maior retorno ao produtor em produtividade de leite”, finalizou.



Escreva um comentário