porto velho - ro, 12 Setembro 2019 21:15:23
    Diário da Amazônia

    Tecnologia: saiba como ver o número de curtidas no Instagram

    Atualização que oculta curtidas parece ter ficado restrita ao aplicativo

    Por ESTADÃO CONTEÚDO
    A-A+

    Publicado: 25/07/2019 às 10h16min | Atualizado 25/07/2019 às 10h17min

    Desde 17 de julho, o Instagram implementou no Brasil uma mudança que gerou polêmica: o número de curtidas de fotos e visualizações de vídeos passou a ser visível apenas para quem publicou. Para os demais usuários, a lista com nome e foto de perfil de todos que curtiram o conteúdo continua disponível, mas agora sem mencionar qualquer número. A novidade, porém, parece ter chegado só ao aplicativo para dispositivos móveis.

    O Instagram não esclareceu se ocultar as curtidas é uma solução definitiva ou um teste da plataforma. Outro ponto que não ficou claro é se a atualização do aplicativo vai se estender a todas as formas de acesso da rede social. É possível, portanto, que em breve as curtidas sumam também da versão para navegadores do Instagram.

    De qualquer forma, ainda é possível ver o número de curtidas das fotos acessando os navegadores do celular e do computador. Se o perfil desejado for aberto, não é necessário estar logado e basta digitar a URL na barra de endereço.

    No caso da versão para computadores, a quantidade de likes aparece logo ao passar o mouse sobre a publicação:

    Já nos navegadores para celular, a ferramenta funciona ao clicar sobre a mídia publicada. O número de curtidas aparece acima da legenda da foto:

    As ressalvas da empresa em relação à validação social têm fundamento. Uma pesquisa deste ano considerou o Instagram a rede social mais nociva à saúde mental. De acordo com 1.479 jovens ouvidos pela Royal Society for Public Health, a instituição de saúde pública do Reino Unido, o Instagram afeta o sono e a autoestima dos usuários. O resultado é mais grave entre as meninas: enquanto 70% do total de ouvidos citou a rede como prejudicial, as críticas entre o público feminino chegaram a 90%.



    Escreva um comentário