Porto Velho/RO, 16 Março 2021 14:30:07

Larina Rosa

coluna

Publicado: 24/02/2021 às 06h00min

A- A+

Saúde da mulher também é prioridade em tempos de pandemia

Se os antigos cuidados forem interrompidos na pandemia nós mulheres infelizmente deixaremos a estatística de viver mais.

Em um ano de pandemia descobrimos diversas formas para evitar o contágio com a Covid-19. De lá pra cá aprendemos a usar máscaras fora e até dentro de casa, adquirimos o hábito de usar álcool em gel e nos empenhamos para não aglomerar e disseminar a doença. Todo esse cuidado fez com que até mesmo as mulheres mais zelosas com a saúde deixassem outras doenças de lado.

A baixa procura por consulta de rotina ao ginecologista fez com que quase metade das mulheres brasileiras evitassem através de exames descobrirem doenças silenciosas como o câncer do colo do útero ou HPV.

O medo de contrair o novo Coronavírus e a demora para realizar os exames de rotina está fazendo com a população feminina do Brasil perca as altas chances de cura ao detectar um câncer logo no início.

Essa falta de procura de consultas é um risco à saúde das mulheres que muitas vezes fogem do procedimento por medo, ansiedade, vergonha ou com pretextos da pandemia.

A crença de que exames preventivos são desconfortáveis ou justificativa da pandemia tem adiado a descoberta de desenvolvimento do câncer do colo do útero, terceiro tumor maligno mais frequente nas mulheres e outras doenças sexuais transmissíveis.

O impacto da pandemia mudou nossos comportamentos e é natural que com o medo diário de um vírus que atingiu o mundo faça com que nossos cuidados sejam alterados. As mortes de Covid já são muitas e os óbitos causados por outras doenças também podem ser evitados. Se os antigos cuidados forem interrompidos na pandemia nós mulheres infelizmente deixaremos a estatística de viver mais.

Em tempos de pandemia todos os cuidados são válidos para nos manter vivos. O momento é de zelar pela saúde em geral e acreditar que a preocupação com a Covid-19 vai passar. E aí, vamos nos cuidar?


Deixe o seu comentário

sobre Larina Rosa

Larina Rosa é natural de Colorado do Oeste, Rondônia. Jornalista, redatora e repórter do Diário da Amazônia, acredita na luta contra a violência de gênero e igualdade de direito das mulheres.

Arquivos de colunas