Porto Velho/RO, 24 Novembro 2021 09:22:57
Saúde

Saúde prepara nova orientação para Janssen: dose única e reforço

Ministro Marcelo Queiroga afirmou, na semana passada, que pasta adotaria a aplicação de duas doses mais reforço para imunizante da Janssen

A-A+

Publicado: 24/11/2021 às 09h22min

Breno Esaki/Agência Saúde

O Ministério da Saúde prepara uma nova orientação para o reforço do imunizante da Janssen contra a Covid-19. A vacina é a única aplicada em dose única no país. Na semana passada, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que seria feita uma mudança: o imunizante seria aplicado em duas doses mais uma de reforço, como os de outros fabricantes utilizados no país.

O anúncio da pasta diferiu da orientação da Foods and Drugs Administration (FDA), agência reguladora dos Estados Unidos. Lá, os imunizados com Janssen podem tomar uma dose de reforço dois meses depois da aplicação da dose única.

A pasta recuou e deve soltar orientações técnicas ainda nesta semana sobre o esquema vacinal do imunizante. A segunda dose da Janssen seria aplicada dois meses depois da primeira, de acordo com a secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo.

Anvisa avalia novas recomendações

Na última sexta-feira (19/11), a farmacêutica apresentou a recomendação de dose de reforço na bula da vacina contra a Covid-19 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O prazo para avaliação é de 30 dias.

De acordo com a agência reguladora, o pedido da farmacêutica prevê que a vacina seja utilizada em dose de reforço tanto para pessoas que receberam a dose única da Janssen, quanto uma terceira aplicação para brasileiros que receberam imunizantes de tecnologia mRNA. Atualmente, a única vacina de mRNA aprovada no Brasil é a da Pfizer.

Eficácia

Dados divulgados pela Janssen apontam aumento de quatro a seis vezes do número de anticorpos com dose de reforço ministrada dois meses após a dose única. Com reforço aplicado depois de seis meses, os anticorpos aumentam nove vezes depois de uma semana e 12 vezes depois de quatro semanas.

“Em 20 de outubro, a FDA (a agência regulatória dos Estados Unidos) passou a autorizar também a aplicação de uma dose de reforço a partir de dois meses da dose única, ou o uso da vacina como reforço heterólogo para outros imunizantes contra a Covid-19 autorizados por essa agência”, explica a farmacêutica.

Novas doses

As últimas doses da Janssen recebidas pelo Ministério da Saúde ainda não foram distribuídas para estados e municípios. De acordo com Queiroga, os imunizantes estão retidos para avaliação de qualidade.

Por Metrópoles


Deixe o seu comentário