Porto Velho/RO, 24 Novembro 2021 17:45:46
Geral

Pilotos de companhias aéreas anunciam greve a partir da próxima segunda (29)

Sindicato Nacional dos Aeronautas pretende reivindicar a falta de negociações com as companhias aéreas

A-A+

Publicado: 24/11/2021 às 15h54min | Atualizado 24/11/2021 às 17h45min

Foto: Reprodução

Pilotos e comissários de bordo associados ao Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) decidiram, em assembleia realizada nesta quarta-feira (24/11), realizar greve a partir da próxima segunda-feira (29/11), por tempo indeterminado.

O objetivo da greve é reivindicar a falta de negociações com as companhias aéreas. Os trabalhadores se alternarão durante os dias de paralização, tendo 50% dos tripulantes em serviço em dias alternados.

Os funcionários querem, segundo nota divulgada pelo sindicato, que as empresas façam um reajuste salarial suficiente para contemplar “a reposição das perdas inflacionárias nos últimos dois anos”.

“Desde o início da pandemia, a categoria nunca parou de trabalhar, tendo enfrentado graves riscos de contaminação por covid-19, e deu sua contribuição no combate à doença transportando vacinas, insumos e equipamentos”, pontua a nota.

Além disso, o SNA afirma que pilotos e comissários aceitaram, “de maneira correta, reduções salariais e remuneratórias que perduram até hoje”. Os empregados também pedem a manutenção das cláusulas da convenção coletiva vigente, que as empresas aéreas querem mudar.

O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) divulgou uma nota no dia 18 de novembro, em que fala sobre as negociações sindicais do setor aéreo.

Conforme a nota, as empresas Azul, Gol, Itapemirim, Latam, Latam Cargo e Voepass querem manter os salários sem reajuste e aumentar, de forma escalonada, apenas os benefícios, como vale-alimentação, pela inflação acumulada em 12 meses. Entretanto, a proposta das empresas foi rejeitada pelos aeronautas.

Fonte: Metropoles


Deixe o seu comentário