Porto Velho/RO, 10 Janeiro 2020 15:17:41

    Sem apoio, abrigo será obrigado a devolver 200 cães para as ruas

    Como muitas ONGs o abrigo associação voluntário na Zona Sul de Porto Velho animal passa por dificuldades financeiras. O custo para..

    Por Redação RedeTV Rondônia
    A-A+

    Publicado: 10/01/2020 às 15h14min | Atualizado 10/01/2020 às 15h17min

    Como muitas ONGs o abrigo associação voluntário na Zona Sul de Porto Velho animal passa por dificuldades financeiras. O custo para manter os animais no local é bastante alto, tudo que é gasto com os cães vem por meio de voluntários. Mas ultimamente essa ajuda está cada vez mais difícil e caso não chegue a tempo a instituição não vê alternativa senão a de devolver os 200 animais as ruas.

    No abrigo cada animal carrega uma história de sofrimento e maus tratos. É o caso da Peruca que foi retirado do convívio de traficantes após ter o irmão abatido pelos bandidos.

    O abrigo que é refúgio e moradia para 200 cães, ultimamente está super lotado com enfermidades adquiridas pelos maus tratos. Os animais necessitam da presença de veterinários e medicamentos com urgência.

    Os voluntários três no total discordam que a falta de apoio da prefeitura de Porto Velho tem contribuído para aumentar as despesas da casa que ao mês gira em torno de 10 mil reais. Só com alimentação são gastos mais de 30 sacas de ração por semana.

    De acordo como IBGE Porto Velho tem a quarta população de animais domésticos do Brasil. Em 2016 um levantamento da própria Prefeitura revelou que a Capital tinha cerca de dois mil animais nas ruas, quatro anos depois não há dúvidas que o número pode estar bem mais elevado.

    O que torna a questão muito mais grave é o fato de não existir um trabalho de recolhimento de animais pela prefeitura.

    Confira a matéria completa



    Deixe o seu comentário