Porto Velho/RO, 11 Dezembro 2019 18:15:08
    Esporte

    Sem camisa do Palmeiras, torcedores são expulsos de estádio

    Caso ocorreu no Allianz Parque, em São Paulo, na derrota dos paulistas frente ao Flamengo. Equipe ainda não se manifestou sobre o caso.

    A-A+

    Publicado: 03/12/2019 às 10h25min

    Thiago Fatichi/Allianz Parque

    Foto:(Reprodução)

    Oque era para ser um dia de alegria vendo um jogo no Allianz Parque pela primeira vez na vida, se tornou um pesadelo para um ex-jogador de futebol. Diego de Jesus Lima atuou em clubes como o Belenenses, de Portugal, e, por meio das redes sociais, afirmou ser torcedor do Palmeiras. No último domingo (01/12/2019), ele foi com um amigo para o estádio do time paulista, onde assistiria à partida entre os donos da casa e o Flamengo. E foi aí que os problemas começaram. Isso tudo porque eles simplesmente não estavam vestidos com camisas do Palmeiras.

    Em um dado momento, Diego e o amigo que o acompanhava, foram interpelados por torcedores do Palmeiras. Indignados pelo fato da dupla não estar trajada com uniformes do clube, os torcedores, um deles vestido com uma camisa de torcida organizada, foram incisivos na fala, chegando a colocar a mão no peito do ex-jogador, como pode ser visto em um vídeo que circula nas redes sociais. Por conta disso, Diego e o amigo foram expulsos da arquibancada e, segundo o ex-jogador, só não foram agredidos porque a Polícia Militar agiu e protegeu a dupla.


    Por meio das redes sociais, Diego deu alguns detalhes sobre o ocorrido.

    “Estávamos assistindo o jogo entre Palmeiras e Flamengo quando um grupo de torcedores começaram a nos xingar e tentaram nos agredir. Quando eu morava na Bahia, torcia pelo Palmeiras, era meu time de coração. Só porque não estávamos com a camisa do Palmeiras, fomos retirados do estádio. Só não fomos agredidos por causa da PM. Onde vamos parar com tanta violência? Que país é esse? Esses caras que fizeram isso com a gente hoje (domingo) são covardes. Não representam o Palmeiras de verdade”, disse.

    Até o momento, o Palmeiras não se manifestou sobre o ocorrido.

    Fonte: Metrópoles



    Deixe o seu comentário