porto velho - ro, 13 Setembro 2019 01:41:44
    Diário da Amazônia

    Semdestur apoia o Circuito Junino de Porto Velho

    Festejos resgatam cultura popular e geram renda

    Por Prefeitura de Porto Velho
    A-A+

    Publicado: 12/06/2019 às 16h52min

    A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Subsecretaria da Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), tem apoiado as iniciativas populares que integram o Circuito Junino de Porto Velho. Na capital, o período junino, que iniciou com o Arraial Flor de Cacto, no final de maio, só será encerrado no final de agosto.

    “São aproximadamente oito arraias de grande porte e diversos eventos comunitários espalhados por toda cidade”, destacou o prefeito Hildon Chaves, que determinou, às secretarias, o atendimento á comunidade na realização dos festejos juninos.

    “Os arraiais de grande porte apoiados pela Semdestur são Arraial Flor de Cacto, Arraia Leste, Arraial da Amizade e Arraial do Orgulho do Madeira”, salientou o titular da Semdestur, Euzébio Lopes Novais. “O prefeito Hildon Chaves entende, assim como eu, que eventos folclóricos geram emprego e renda à população e são, neste período, atrativos turísticos”, explicou.

    As festividades

    A programação do Circuito Junino de Porto Velho teve início com o Arraial Flor de Cacto, realizado de 24 de maio ao dia 2 de junho, no bairro Caladinho. O segundo evento é o Arraia Leste, que iniciou no último dia 7 e segue com a programação até domingo (16/6), no campo do bairro JK.

    A festa seguinte será o Arraial da Amizade, que acontece de 27 a 30 de junho, na Avenida Guaporé, entre as avenidas Amazonas e 7 de Setembro, no bairro Agenor de Carvalho. Por último será o Arraial do Orgulho do Madeira, que vai de 23 de agosto a 1º de setembro, na rua Osvaldo Ribeiro, no Condomínio Orgulho do Madeira, no bairro Socialista.

    O circuito junino é a denominação dada aos diversos arraiais de médio e grande porte que acontece na capital e distritos no período de maio a agosto, considerado o maior período de festividades juninas do país. “São diversos arraiais espalhados por toda a cidade, movimentando a economia e gerando emprego e renda, além de manter viva a tradição junina”, finalizou Euzébio Novais.



    Escreva um comentário