Porto Velho/RO, 02 Março 2024 15:09:22
RONDÔNIA

SESI-RO conta com simuladores voltados para o ensino de ciências e de tecnologia

Alunos e professores do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos da Rede SESI serão beneficiados com os novos simuladores..

A- A+

Publicado: 08/02/2024 às 14h22min | Atualizado 08/02/2024 às 14h23min

Alunos e professores do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos da Rede SESI serão beneficiados com os novos simuladores voltados para o ensino de ciências e de tecnologia. Em Rondônia, a unidade SESI-SENAI-IEL de Vilhena será a primeira a receber a ferramenta.

Os simuladores são aplicativos que os alunos acessarão para reproduzir efeitos físicos, químicos, biológicos e simulações de todas essas práticas, nos estudos da geografia, dos relevos, os contos da história, de alguma passagem, ele vai ser ilustrativo e animado e também interativo para uso nos computadores e também celulares.

De acordo com o gerente de Educação Básica e Profissional SESI-SENAI-IEL-RO, Jair Coelho, a Superintendência de Educação Básica do Departamento Nacional firmou contrato com a Empresa Exxer Tecnologia para aquisição dos simuladores.

“A compreensão de ciências e de tecnologia é fundamental na formação de um jovem para a vida na sociedade moderna. Uma pessoa letrada cientificamente está preparada para participar de discussões fundamentadas sobre estes e outros temas, uma vez que possui competências relacionadas a explicar fenômenos, avaliar e planejar investigações e interpretar dados e evidências”, explicou Coelho.

Cada “Solução” é composta por quatro simuladores sendo que cada um aborda temáticas como Energias Renováveis, Eletrônica Básica, Mecânica Básica e Sistemas Industriais Computadorizados. Desta forma, cada unidade escolar/polo de EJA receberá um conjunto de duas “Soluções”.

Ainda conforme Coelho, “o objetivo dessa aquisição é preparar os nossos jovens e os nossos adultos para o mundo do trabalho, possibilitando que possam vivenciar situações com a realização de experimentos e permitindo que visualizem sistemas e subsistemas em ação, sem usar equipamentos da vida real, pois estão realizando essas atividades em um ambiente seguro, uma vez que estão em sala de aula”, afirmou.

Para a especialista em Educação Marcela Xavier, da Coordenação de Educação CEBEP, esses simuladores, vão permitir que muitos dos exemplos, cálculos, desafios, situações, problemas que o professor leva para a sala de aula referente àquela disciplina, àquela matéria, os estudantes poderão simular isso virtualmente. Então, esse processo vai ser muito colaborativo para que os professores e discentes juntem o visual, o auditivo, para transmitir mais conhecimento.

Marcela ressaltou que a escola de Vilhena, que vai se tornar a primeira de referência da Rede SESI de Rondônia. “Mas os simuladores também farão parte das demais unidades de educação básica. São recursos tecnológicos disponíveis para ajudar a melhor compreensão e rendimento dos alunos quanto ao estudo das ciências, em relação à química, física, biologia e as demais disciplinas que eles estudam”, pontuou.]



Deixe o seu comentário