porto velho - ro, 18 Outubro 2019 00:02:55
    Capital

    SIM quer subir a passagem para R$ 6,46 em Porto Velho

    Empresa está devendo 5 milhões de reais em impostos, afirma prefeito

    A- A+

    Publicado: 27/03/2018 às 10h37min

    Passageiros sem ônibus coletivo para ir ao trabalho em plena segunda-feira. Essa foi a cena mais comum na manhã do último dia 26, quando o Consórcio SIM iniciou uma greve dos ônibus, deixando o portovelhense sem acesso ao transporte público.

    A paralisação orquestrada pelo Consórcio SIM, empresa que detém o contrato de transporte coletivo em Porto Velho, esconde outra proposta no mínimo imoral: aumentar o preço da tarifa de ônibus na capital. O próprio prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), denuncipi a manobra do Consórcio SIM de aumentar o preço da tarifa para o passageiro, passando dos atuais R$ 3,80 para inviáveis R$ 6,46.

    Além de proposta absurda, o Consórcio SIM cobra da Prefeitura de Porto Velho uma espécie de “perdão de dívida” de impostos atrasados.
    “Como prefeito de Porto Velho eu não vou admitir jamais que essa tarifa chegue a r$ 6,46, com serviço de péssima qualidade que vem sendo oferecido à população. Há uma omissão de dados por parte do Consórcio Sim, que entrou na justiça e estão querendo arrancar R$ 52 milhões de reais do povo de Porto Velho. O pedido deles nestas ações, é que dos R$ 52 milhões, desconte R$ 5 milhões que devem com impostos na prefeitura (que não pagam), R$ 27 milhões à vista e R$20 milhões para comprar ônibus”, finalizou o chefe do executivo.



    Escreva um comentário