Porto Velho/RO, 05 Janeiro 2020 11:49:35

    VictoriaAngelo

    coluna

    Publicado: 05/01/2020 às 10h37min | Atualizado 05/01/2020 às 11h49min

    A-A+

    Surreal: Glenn, que é homossexual, defende a Ditadura Iraniana!

    Defensor das causas LGBT, o hacker Glenn Greenwald postou em suas Redes Sociais severas críticas ao governo de Direita de Donald Trump.

     

    O hacker que também é jornalista e advogado norte-americano residindo no Brasil desde 2005 Glenn Greenwald, postou em suas Redes Sociais (twitter), severas críticas ao presidente Donald Trump pelo ataque ao Irã. Glenn é casado com o deputado federal do PSOL/RJ Davi Miranda e foi colunista do jornal britânico The Guardian.

    Para Glenn, a morte dos cidadãos americanos no Iraque é legal, já a morte dos Terroristas é ilegal, esse Glenn e outros, cada vez que se pronunciam sobre algo, afundam-se mais na irracionalidade e no abismo da decadência.

    Glenn, que é homossexual e defensor das causas LGBT, esqueceu-se dos milhares de iranianos homossexuais que foram exterminados desde enforcamento até fuzilamento pelo governo ditatorial iraniano na última década.

    Surreal? Não. Até parece aquelas “mentirinhas” que contamos para divertir alguém, mas não é. O jornalista e advogado; enfim, conhecido no Mundo todo por ser “hacker” e “criminoso digital” e nada mais que isso, postou em sua Rede Social, o Twitter, críticas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump pelo ataque dito criminoso contra o Irã (bombardeio militar) que atingiu o general daquele país.

    Postagem 01.

    “Se você quer que Trump seja alvo de impeachment, a execução de um ato de guerra contra o Irã sem o Congresso – um dos usos mais imprudentes da força militar em anos – é uma base válida e justa para isso, você errou em ter atacado aquele país”.

     

    Postagem crítica de Glenn Greewald ao presidente Donald Trump no Twiter.

    Postagem 02.

    Glenn comentou ainda: “Infelizmente, a guerra sem fim – no Oriente Médio e em outros países – é uma ortodoxia de longa data das alas do establishment de ambas as partes. Alimenta a economia dos EUA e sua hegemonia. Trump venceu, em parte, concorrendo contra esse militarismo irracional, e agora é uma personificação dele. O Irã é sua vítima agora, finalizou o hacker Glenn”.

    Outra postagem de Glenn criticando o Governo segundo ele “ditatorial” dos Estados Unidos.

    Por que não te calas, Glenn?

    Quais as críticas de Glenn, ONU e outros poderiam me esclarecer em relação a Crimeia? Poderia nos dizer também em relação a Ucrânia? Também poderia esclarecer a tentativa de assassinatos em UK (Inglaterra)? Sabendo que a Russia está envolvida?

    Os EUA está em tensão com o Irã, Al Qaeda, Estado Islâmico, Siria, Líbano, Venezuela, Coreia do Norte… E você, Glenn, acha que vai por medo em alguém.

    Execução de homossexuais se transformou comum no Irã. O país é o que mais assassinou gays na última década.

     

    Mas e o Irã alguma vez se preocupou com direitos humanos? Claro que a ONU, Glenn e todos os anti-Direita fazem de conta que não vêem nada mas a ditadura iraniana talvez seja onde mais se desrespeita os direitos cidadão.

     

    Iranianos pedem o fim do massacre contra homossexuais no país.

     

    As imagens do texto foram utilizadas dos sites O Globo, Folha/UOL e BBC de Londres.

     

     

     

     

     

     


    Deixe o seu comentário

    sobre Victoria Angelo Bacon

    Jornalista e professora de Língua Portuguesa e Comunicação. Graduada pela Universidade do Estado do Paraná. Especialista em Mídias Sociais pela PUC/PR. Assessora de Comunicação do Governo de Rondônia. Lecionou disciplinas de Comunicação e Linguagem na UFAM, UAB/UNB e Rede Pública de Educação de Rondônia. Secretária Executiva da Universidade Federal de Rondônia e dirigente sindical do SINTUNIR- UNIR. Colunista e apresentadora no Rondoniaovivo do programa Diálogo. Âncora do programa Diálogo nas Redes Sociais na Rede TV Rondônia em 2020.

    Arquivos de colunas