Porto Velho/RO, 02 Março 2024 15:56:13
PLANTÃO DE POLÍCIA

Suspeito de matar esposa usando cachaça como combustível é preso em Chupinguaia

Edmilson Alves Pereira, principal suspeito de atear fogo na esposa Solange Evangelista, é detido após denúncia

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 10/02/2024 às 12h44min

Foto: reprodução

O principal suspeito de usar cachaça como combustível para atear fogo e matar sua esposa, Solange Evangelista, foi preso em Chupinguaia (RO) após uma denúncia anônima. O crime ocorreu no fim de janeiro, deixando a vítima gravemente ferida, e o suspeito ficou foragido por duas semanas.

Segundo informações da Polícia Militar, na quinta-feira (8), os militares receberam informações de que o suspeito do feminicídio estava em um veículo vermelho, próximo a uma aldeia indígena em Chupinguaia, a 144 quilômetros de Vilhena.

Os agentes se deslocaram até o endereço e localizaram Edmilson. O homem foi detido e encaminhado à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena, onde deve responder por feminicídio.

Entenda o caso

Solange Evangelista, de 38 anos, foi agredida e teve o corpo incendiado na cidade de Chupinguaia (RO) em janeiro. A mulher morreu a caminho do hospital.

Foto: Reprodução

De acordo com o boletim de ocorrência, Solange foi encontrada caída no chão com cortes profundos na cabeça e sangramento no nariz, boca e ouvidos. Parte do corpo da vítima estava queimado e ao seu lado havia uma garrafa de cachaça, usada como ‘combustível’ para atear fogo na mulher.

Testemunhas relataram que, momentos antes do crime, o esposo estava ameaçando Solange com uma faca. Em certo momento, a vítima correu para dentro de um bar e lá o suspeito teria ameaçado todos presentes.

A mulher foi socorrida ao hospital com ferimentos graves, mas morreu durante o trajeto. A motivação do crime ainda não foi esclarecida e o suspeito foi preso nesta quinta-feira pela polícia. O caso é investigado como feminicídio.



Deixe o seu comentário