porto velho - ro, 18 Março 2019 18:25:12
Polícia

Suspeitos invadem residência e são presos em tentativa de fuga

A base de policiamento atendeu um chamado de um assalto durante a noite de segunda-feira (11), na Rua Ibrahim Sued, bairro Escola de..

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 12/02/2019 às 10h40min | Atualizado 12/02/2019 às 10h53min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Foto: Alex Fontes/Diário da Amazônia

A base de policiamento atendeu um chamado de um assalto durante a noite de segunda-feira (11), na Rua Ibrahim Sued, bairro Escola de Polícia, zona Leste de Porto Velho. De acordo com a PM, uma senhora informou que a casa de sua tia havia sido invadida por bandidos enquanto elas estavam conversando por telefone e percebeu a ação.

De acordo com as informações, um senhora chegou á Base informando que a casa da sua tia, localizada no bairro Escola de Polícia, poderia estar sendo roubada, pois estava no celular conversando com a sua tia, quando ouviu o grito de um rapaz falando que era um assalto. Com as informações, os militares realizaram o deslocamento até a residência.

No local, os policiais encontraram um dos suspeitos no lado de fora, que quando avistou a equipe correu para dentro da residência, em uma tentativa de fuga. Neste momento foi solicitado o apoio de outra guarnição.

Segundo o tenente Eugênio, com a ajuda da outra equipe, o suspeito, identificado apenas como Diego, de 22 anos, foi encontrado escondido em cima de uma arvore. Diego estava com uma arma calibre .32, com três munições intactas. Outro suspeito, identificado como Roger, de 25 anos, foi detido próximo ao local.

Ao entrar na residência, foram encontrados os moradores amarrados com fios e os objetos da residência já se encontravam dentro do veículo da proprietária na parte externa da casa prontos para fuga. De acordo com relatos, outro suspeito, sendo adolescente, conseguiu fugir pulando diversos muros e levou quatro celulares das vítimas.

Na central de polícia, as vítimas reconheceram os acusados como os autores do roubo. Diante dos fatos, foi dado voz de prisão aos suspeitos, lido os seus direitos constitucionais e conduzidos à Central de Polícia sendo apresentados ao delegado de plantonista.

Foto: Alex Fontes/Diário da Amazônia



Escreva um comentário