porto velho - ro, 22 Agosto 2019 20:50:35

Silvio Santos

coluna

Publicado: 25/05/2019 às 12h30min

A- A+

“Tem um agravante, alguém vai criticar por essa coluna”

Nelson Cavaquinho e seu parceiro Guilherme de Brito são autores do sucesso que Nelson Gonçalves consagrou: “Quando eu me chamar..

Nelson Cavaquinho e seu parceiro Guilherme de Brito são autores do sucesso que Nelson Gonçalves consagrou: “Quando eu me chamar saudade”, cujo refrão diz o seguinte:

***********

“… Se alguém quiser fazer por mim; Que faça agora; Me dê as flores em vida; O carinho, a mão amiga; Para aliviar meus ais. Depois que eu me chamar saudade; Não preciso de vaidade; Quero preces e nada mais…”.

*********

Pois é, nesse sentido não tenho o que reclamar. Esta semana sem que eu soubesse a diretoria da Federon, em especial o diretor financeiro professor Severino Silva Castro, inaugurou o “Salão Nobre da Federon”, local aonde a diretoria vai recepcionar autoridades, artistas nacionais e locais, realizar reuniões e outras atividades a fins.

**********

Para minha surpresa, quinta feira passada dia 23, fui até a sede da entidade fazer não sei o que, e a diretoria me cobrou: “Por que você não veio a inauguração do nosso Salão Nobre no qual te homenageamos colocando teu nome?”.

*********

Não compareci porque não me avisaram. Já pensou no meio de tantos baluartes da cultura popular no segmento folclore, a direção da Federon me escolheu para homenagear colocando meu nome em seu salão nobre que agora é: “Salão Nobre folclorista Silvio Santos”.

***********

Obrigado, mil vezes obrigados amigos da Federação de Quadrilhas e Bois Bumbás de Rondônia – Federon.

**********

Aliás, no naipe reconhecimento não tenho o que reclamar. Pois já fui enredo de escola de samba (Acadêmicos do São João Batista em 2003).

***********

Tema do bloco carnavalesco Galo da Meia Noite (2013), quando os amigos compositores me agraciaram um CD de marchinhas autorais cujas letras falam sobre minha pessoa.

**********

Fui tema da quadrilha “Matutos do Socialista” do meu amigo Nenezão numa alusão a minha cidade natal São Carlos do Madeira.

**********

Ano passado (2018), fui homenageado pela Funcultural de Porto Velho com a realização do “Tributo ao Menestrel”, show que aconteceu no Calçadão Manelão e reuniu mais de Mil Pessoas.

**********

No final do ano de 2018, fui agraciado com a maior comenda do estado de Rondônia a Medalha do Mérito Marechal Rondon que me foi entregue pelo então governador Daniel Pereira.

**********

Já recebi título de amigo da cultura na Câmara de Vereadores de Porto Velho. Enfim não tenho o que reclamar quanto a reconhecimento ainda vida.

************

Também no ano passado a Federon já havia me homenageado com o título de “Amigo da Federon”

***********

A Sejucel na pessoa do superintendente Rodnei Paes e do Fabiano me homenageou ano passado com o troféu “Rincão Cultural” a maior comenda do segmento cultural do estado de Rondônia.

**********

Graças a Deus e a minha Nossa Senhora da Conceição tenho recebido “As Flores em Vida”. Obrigado a todos!

***********

Tem um agravante, alguém vai criticar por essa coluna, na qual eu mesmo me glorifico, porém, se eu não fizer por mim, quem é que vai lembrar de divulgar tudo que citei. Ninguém! Então faço eu.

**********

Vamos ao que interessa: Hoje o Festival Boto Rock continua com apresentações de Bandas no Parque Circuito que fica a Rua Lauro Sodré logo após o Parque dos Tanques.

**********

Estarei lá curtindo o som da moçada que faz rock em nossa cidade. A turma é realmente boa de composição autoral. Vamos lá rapaziada.

**********

Se você não curte rock então vai pro Arraial Flor de Cacto apreciar o inicio das disputas entre grupos de quadrilhas juninas que começa na noite de hoje, com as apresentações da Rosa Divina e da Mocidade Junina.

**********

Amanhã (domingo), será a vez da Unidos do Palheiral que vem de Candeias do Jamari e da Matutos do Guaporé.

**********

Se você está em JI Paraná visite a 8ª Rondônia Rural Show que termina hoje.


Escreva um comentário

Arquivos de colunas