Porto Velho/RO, 03 Junho 2020 11:02:57

RobertoRavagnani

coluna

Publicado: 03/06/2020 às 11h02min

A-A+

Tempos difíceis

Quero expressar o meu profundo pesar por tudo o que vem acontecendo em nosso planeta, a intolerância, radicalismos e o que julgo o pior a..

Quero expressar o meu profundo pesar por tudo o que vem acontecendo em nosso planeta, a intolerância, radicalismos e o que julgo o pior a falta de respeito e empatia entre seres humanos.

Eu, talvez nunca vá conseguir sentir efetivamente o que é o racismo, mas também nunca vou conseguir entendê-lo. Onde o ser humano quer chegar com isso? Já não basta o que temos para enfrentar no nosso dia a dia e agora enfrentar uma pandemia, ainda temos que ver ações de racismo acontecer quase no século XXI? Essa é a evolução da espécie?

Temos que conviver com extremismo de todos os lados enquanto a suposta espécie inteligente está sendo dizimada?

Não é mais por uma questão de busca desenfreada pela subsistência, não é por busca de espaço, é por banalidades, realmente vivemos momentos incompreensíveis para uma espécie que se julga inteligente.

Meus sentimentos a todas as famílias que perderam seus entes queridos pela brutalidade e violência do racismo e dos que nos deixaram pela falta de atitudes dos governos com a pandemia que assola o mundo.

Parabenizo os profissionais de saúde e a todos os manifestantes que NÃO usaram de violência para dizer basta e uma especial homenagem aos voluntários.

Voluntários que durante a pandemia, mesmo correndo riscos, foram as ruas entregar comida, continuaram com atendimentos imprescindíveis na área da saúde, se reinventaram para continuar e até mesmo aumentaram suas atividades para atender com comida, EPI’s, roupas, aqueles que mais tem sofrido com a pandemia, voluntários que não se dobram as intempéries, dificuldades e imposições para deixarem de fazer o bem.

Voluntários que nas marchas pela igualdade dos seres humanos, tem oferecido água, comida e cuidados para aqueles que de forma pacífica vão as ruas por todo o mundo dizer, chega.

Eu acredito na força do voluntariado, que ele por seus feitos pode servir de exemplo para nossa sociedade,pessoas que se interessam pelo outro sem interesses.

 


Deixe o seu comentário

sobre Roberto Ravagnani

Colaborador do Diário da Amazônia-  Roberto Ravagnani é autor, palestrante, jornalista (MTB 0084753/SP), radialista (DRT 22.201), conteudista e Consultor de voluntariado e responsabilidade social empresarial. Voluntário palhaço hospitalar desde 2000, fundador da ONG Canto Cidadão, Associado para o voluntariado da GIA Consultores no Chile, fundador da Aliança Palhaços Pelo Mundo, Conselheiro Diretor da Rede Filantropia, sócio da empresa de consultoria Comunidea e Membro Engage for business. www.robertoravagnani.com.br

Arquivos de colunas