Porto Velho/RO, 05 Outubro 2020 17:39:40
Política

Trump deixa hospital ainda hoje, confirmam médicos

Médico diz que presidente "ainda não está fora de perigo", mas que é possível continuar o tratamento contra covid-19 na Casa Branca

A-A+

Publicado: 05/10/2020 às 17h39min

Trump apresentou primeiros sinais de covid-19 na quinta-feira
Cheriss May/Reuters – 4.10.2020

Os médicos que assistem o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmaram nesta segunda-feira (5) que ele será liberado do hospital ainda hoje e continuar o tratamento contra a covid-19 na Casa Branca.

“Sentindo-me realmente bem! Não tenham medo da covid. Não a deixem dominar suas vidas. Nós temos desenvolvido, sob a administração Trump, muitos excelentes remédios e conhecimento. Eu me sinto melhor hoje do que há 20 anos”, escreveu no Twitter.

Trump está no Centro Médico Militar Nacional Walter Reed, em Maryland, desde sexta-feira (3), após sentir-se mal.

Conley durante entrevista coletiva nesta segunda-feira
Jonathan Ernst/Reuters

O médico do presidente, Sean Conley, afirmou que ele “não está completamente fora de perigo ainda”, mas que os sinais clínicos são bons. “Os sintomas que ele tinha se foram”.

Conley também afirmou que ele dará um “profundo suspiro de alívio” se o quadro de Trump permanecer igual ou melhorar até a próxima segunda-feira.

Os médicos continuam preocupados com segunda fase da doença, em que alguns pacientes podem apresentar uma série de inflamações provocadas por uma resposta exagerada do sistema imunológico ao vírus, que costuma ocorrer entre o sétimo e décimo dias.

O presidente chegou a ter febre, congestão nasal, tosse leve e cansaço na última sexta-feira, quando também precisou receber oxigênio.

A equipe ressaltou o fato de ele estar com a saturação de oxigênio em 97%, o que é considerado normal.

Desde que entrou no Walter Reed, Trump recebeu uma série de medicamentos, incluindo dexametasona e o antiviral experimental Remdesivir.

Ele já tomou três das cinco doses de Remdesivir — sem apresentar efeitos colaterais — e receberá as duas restantes na Casa Branca, sendo uma delas hoje à noite.

O presidente também continuará tomando o anti-inflamatório dexametasona.

Esses tipos de droga só costuma ser usada em pacientes graves, mas por ser o presidente dos Estados Unidos, os médicos optaram por administrá-las.

Trump tem 74 anos, é tecnicamente obeso, toma remédio para controlar o colesterol e é do sexo masculino, fatores de risco para desenvolver quadros graves de covid-19.

Ontem, o presidente deixou o hospital em um comboio para cumprimentar apoiadores que estavam nas redondezas. Ele foi visto de máscara e não saiu de dentro do carro.

(R7)



Deixe o seu comentário