porto velho - ro, 14 Agosto 2019 17:46:25

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 13/08/2019 às 08h55min | Atualizado 14/08/2019 às 17h46min

A-A+

O turismo como alternativa para o Guaporé!

Algumas ações estão tomadas para fortalecer a economia do estado tendo o turismo como fonte de aquecimento. O Vale do Guaporé,..

Algumas ações estão tomadas para fortalecer a economia do estado tendo o turismo como fonte de aquecimento. O Vale do Guaporé, conhecido mundialmente pela beleza exuberante, é um atrativo de destaque que ganha adesões para atrair mais visitantes. As investidas buscam turistas de alto potencial de consumo para que possa deixar na economia local e regional, significativas quantias.

O Sebrae Rondônia é um dos estimuladores. Tem buscado a promoção do turismo e trabalhado para que novos investidores acreditem no negócio e façam suas apostas. Tudo pode ser transformado em turismo e é isso que vem sendo propagado. A proposta é criar um roteiro amplo envolvendo diferentes atrativos e diversos municípios para que compense ao turista de longe o custo do deslocamento. De outro lado esse sistema de roteiros favorecerá também o turismo interno estadual.

Voltado ao Guaporé, as pousadas bem estruturadas e que recebem os turistas mais avantajados economicamente, se uniram no sentido de defender a Cota Zera para a pesca de lazer. Isso quer dizer que, o turista pode pescar, mas não levará nada de peixe. Será apenas esporte, fisgar, fotografar, pesar, e devolver o pescado à natureza. Essa prática fará a propaganda de atrativo ecologicamente correto e garantirá o ciclo de vida dos peixes, afinal, sem eles não tem o turismo no Guaporé. Modelos parecidos vem sendo aplicados em diversos lugares do mundo, inclusive no Pantanal matogrossense.

Também vem sendo projetada a reformulação estrutural para receber o turistas em locais de grande interesse histórico e cultural, como é o caso de Costa Marques, onde está o Forte Príncipe da Beira, uma estrutura fenomenal e que está sem condições de receber gente o suficiente para representar importância econômica para o estado e município.

O Vale do Guaporé também tem Quilombo, aldeias indígenas, culturas locais e outros atrativos que somados podem atrair visitas dentro de um roteiro organizado e estruturado. Tudo indica que as propostas e projetos dessa vem caminhem para consolidar um modelo que possa corresponder aos investimentos e retornos esperados.


Escreva um comentário

Arquivos de colunas