porto velho - ro, 22 Agosto 2019 07:03:34

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 11/05/2019 às 10h06min

A- A+

Um mundo de soja em oferta pelo planeta afora

A realidade do comércio mundial indica que alguém até pode conspirar contra a globalização

Um mundo de soja

As imagens e outros dados enviados por satélites indicam a Terra como, definitivamente, redonda. A realidade do comércio mundial indica que alguém até pode conspirar contra a globalização, mas além de existir ela nos afeta a toda hora.

Há, por exemplo, um mundo de soja em oferta pelo planeta afora. Mao Tsé-tung disse que se todos os chineses pulassem ao mesmo tempo o mundo tremeria. Março registrou o menor volume de compras da oleaginosa desde 2011 pelo nosso maior parceiro comercial. Ao frear suas compras, a China mexeu nos preços, que caíram na Bolsa de Chicago. O clima apertou os produtores americanos de milho e os pôs na obrigação de plantar soja. Resultado: sobra soja.

O combate ao crime, prioridade absoluta do novo governo a par com a armadilha fiscal, ainda não conseguiu impor derrotas bem pesadas aos crimes cometidos contra os recursos naturais, mas o MP Federal indiciou três mil réus e propôs a cobrança de R$ 5 bi em multas.

Cabe entregar essa disposição aos preocupados cientistas europeus que propuseram boicote aos produtos brasileiros e ensiná-los, sem caneladas, que produtores rurais não são os criminosos que promovem o desmatamento.

…………………………………………

A nova toada

A nova toada em Rondônia, depois que Cassol e Confucio levaram a melhor em embates com a Assembléia legislativa, em pedidos de impeachments, é gravações com alta tecnologia israelense, via satélite que também filmam e fotografam. Antes de Ivo e Confucio, os governadores penavam muito nas mãos dos deputados estaduais. Nesta gestão, os deputados estão mais comportados…

A confirmação

Ante os boatos dando conta que o ex-deputado federal Lindomar Garçon perderia o controle do diretório estadual do PRB ( conhecido como o partido da Universal) em Rondônia por causa da derrota nas urnas em 2018, o diretório nacional confirmou  a liderança deste lobista rondoniense no comando. No PRB não precisa de eleição, os bispos dão as cartas.

Sessões corujas

Com sessões corujas, a gestão do prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai colocando sua tropa da reeleição nas ruas. Frentes de Trabalho para limpeza, encascalhamento e tapa buracos tem sido vistas trabalhando na madruga, em sessões corujas. É uma corrida contra o tempo, pois o verão só vai até novembro quando as chuvas começam a cair impiedosamente e a oposição aproveita para – taca- lhe o pau!

Em colapso

Que a saúde pública e a segurança estão em colapso, numa obra conjunta de FHC, Lula, Dilma e Temer, é de conhecimento público geral, agora com Bolsonaro, além destes quesitos em caos, a educação vai desandar com o corte das verbas. Unir e Ifros já estão urrando e podem fechar já em outubro. Bolsonaro ressuscitou o movimento estudantil. O bicho vai pegar.

Obras em Rondônia

Obras em Rondônia se sabe como começam, com pompa e circunstância, mas nunca sabe quando terminam, porque muitas empreiteiras somem.  E no caso do anuncio de recursos de R$ 11 milhões para o Pronto Socorro João Paulo II, fruto de emendas, só serão aplicados no final do ano ou no ano que vem, tal a morosidade burocratica de liberações e das licitações.

Via Direta

*** A oposição na capital acredita que a aliança de tantos partidos e com tantos credos é uma faca de dois gumes para o prefeito Hildon Chaves no seu projeto de reeleição *** No papel, a coalizão é de ponta, na prática pode naufragar pelas diferenças nas bases. Será? *** Porto Velho padece com uma escalada da violência *** Estamos constatando restaurantes assaltados, residências arrombadas e inclusive muitos latrocínios pela cidade *** Aonde vamos parar com esta escalada da violência? Até quando?


Escreva um comentário

Arquivos de colunas