porto velho - ro, 21 Setembro 2019 10:42:16

    CarlosSperança

    coluna

    Publicado: 18/09/2019 às 09h50min

    A-A+

    Vereadores em campanha e a força eleitoral dos distritos

    O milagre do fogo O liberal gaúcho Gaspar Silveira Martins supunha que “ideias não são metais que se fundem”, mas interesses..

    O milagre do fogo

    O liberal gaúcho Gaspar Silveira Martins supunha que “ideias não são metais que se fundem”, mas interesses contrários podem se unir em boa síntese por meio de um debate sadio e respeitoso, chegando a uma posição mutuamente compensadora.

    Foi o que aconteceu com ambientalistas e ruralistas. Até o ataque ao Inpe, a trama antinacional que incitava uma guerra entre produtores e preservacionistas na Amazônia exultava: com a polarização eleitoral envenenando vencedores e vencidos, bastava jogar uns contra os outros com panfletos mentirosos, desunir os brasileiros e festejar a ruína do país.

    A trama, entretanto, recebeu um banho de água fria com a campanha “Seja Legal com a Amazônia”, iniciativa da Associação Brasileira do Agronegócio e diversas entidades de ampla representatividade, em defesa da preservação necessária e da exploração sustentável da região.

    Ela é perfeitamente possível com o cumprimento dedicado e sem evasivas das leis que asseguram manejo e aproveitamento adequado dos recursos naturais. Tranquiliza o mundo e permite um cotidiano produtivo, justo para os povos e amigável ao meio. É como se por um milagre o fogo ideológico recebesse os jatos de água concentrados das muitas mangueiras apontadas pelos bombeiros para lavar o fogaréu.

    Fugindo da raia?

    O Podemos começa a ajeitar as coisas caso o deputado federal Leo Moraes, enfraquecido com o envolvimento com os Raupps, desista de disputar a prefeitura de Porto Velho no ano que vem. No caso de Leo fugir da raia, se preparando para um confronto ao Senado em 2022, seu nome predileto seria do empresário da educação Guto da Sapiens, já licenciado da empresa para tratar do fortalecimento da sigla. Pitoco e com baita perfil.

    Eleições 2020

    Afora Zequinha Araujo afastado pela justiça e a vereadora Cristiane Fernandes (PP) que foi lançada como pré-candidata a prefeitura de Porto Velho e que de deve acabar compondo na vice do prefeito tucano Hildon Chaves, o que se vê é que os demais vereadores vão tentar a reeleição. Macacos velhos no legislativo municipal como Marcelo Reis, Elis Regina, Alan Queiroz e Bengala já estão em pré-campanha.

    A renovação

    É previsível que a tendência de renovação dos quadros políticos continue nas eleições municipais de 2020. Na Câmara de Vereadores a ameaça à reeleição de alguns edis vem de União Bandeirantes, um distrito que cresceu muito e está em condições de eleger até dois parlamentares. Extrema e Jacy-Paraná também se mobilizam para emplacar representantes para fortalecer a peleja pela emancipação daquelas localidades.

    Grande duelo

    Ainda está longe a pacificação do PSL rondoniense. O partido tem dois possíveis candidatos a prefeitura de Porto Velho, que são o deputado estadual Eyder Brasil e o deputado federal coronel Chrisóstomo, e nenhum deles abre mão da cabeça de chapa. O que se sabe é que Eyder Brasil tem a benção do governador Marcos Rocha, já Chrisóstomo, contaria com respaldo do diretório nacional. É um bom duelo.

    Meta anunciada

    O governador Marcos Rocha (PSL) anunciou a meta de entregar até o final do seu mandato 43 mil titulos urbanos de regularização fundiária. É uma meta realista, mas aquem das necessidades estaduais. Só na cidade de Porto Velho a carência de regularização atinge mais de 50 propriedades a espera de escrituras, principalmente na Zona Leste onde se encontra o setor chacareiro.

    Via Direta

    *** Visando caprichar nas nominatas a vereança nos municípios onde seu partido, o PP mantém diretórios, a deputada federal Jaqueline Cassol tem visitado as suas bases*** Deputados estaduais e federais estão se unindo contra a elevação das tarifas aplicadas pela Energisa em Rondônia *** A empresa esclarece que o elevado custo advém dos rabichos, milhares de ligações clandestinas, o que acaba sacrificando todo mundo*** À guerra esta prestes a começar vamos ver no que vai dar torcida brasileira!*** Num efeito Orloiff, entre RO, MT e RR, mais um presidente de Assembléia Legislativa( desta vez em RR) se enrolou.


    Escreva um comentário

    sobre Carlos Sperança

    Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

    Arquivos de colunas