Porto Velho/RO, 14 Novembro 2020 08:52:39

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 14/11/2020 às 08h52min

A-A+

Voto direto é a maior arma da democracia

Estamos no momento decisivo das eleições municipais 2020, em que 148 milhões de brasileiros aptos à votar, irão às urnas para..

Estamos no momento decisivo das eleições municipais 2020, em que 148 milhões de brasileiros aptos à votar, irão às urnas para escolher entre 557 mil candidatos, quais serão os próximos prefeitos, vices-prefeitos e vereadores dos 5.565 municípios. No processo eleitoral democrático cabe ao eleitor o poder de decisão e de escolha para seus governantes. Desse modo, a cautelo e consciência deve nortear as escolhas, para que não recaia sobre todos os erros de maiorias. Que venham vencer os mais preparados em todos os lugares.

As eleições deste ano vem com novidades. A pandemia do novo coronavirus coloca limites e mudanças para garantir o exercício da democracia com a segurança epidemiológica. Os ajustes em nada devem interferir nas escolas. O que deve pesar são as abstenções dos eleitores que não votarão por descontentamento, as ausências justificáveis e aquele que estarão com a Covid-19 ou sintomas. Juntando um pelo outro, as estimativas indicas que 30% dos eleitores não devem votar nesse primeiro turno. 

Outro fator que chama a atenção nessas eleições é o fim da polarização de candidatos favoritos. Na maioria das cidades de três a cinco candidatos brigam em empates técnicos dando margens para surpresas nos resultados finais. A dualidade de direita e esquerda foi tão desgastante que grande parte dos eleitores preferiram buscar outras correntes políticas em busca de renovação. 

Nas cidades acima de 200 mil eleitores geralmente as eleições são decididas em dois turnos. Em Rondônia somente Porto Velho tem esse coeficiente eleitoral. Em todo o Brasil, as pesquisas indicam que 95 municípios podem ter segundo turno. Até o momento, sete capitais podem ter as eleições decididas logo no primeiro turno. Isso ocorre quando um candidato alcança 50% mais um dos votos validos. São essas: Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), São Luís (MA) Natal (RN) e Campo Grande (MS). Que a grande vitória nessas eleições seja da democracia que seguirá firme e forte.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas