porto velho - ro, 23 Setembro 2019 05:34:12
    Diário da Amazônia

    Zona Azul poderá organizar estacionamento público em Porto Velho

    A Prefeitura de Porto Velho está em fase de estudos e viabilização para a implantação do sistema de estacionamento rotativo na região..

    Por Jocenir Santanna / Diário da Amazônia
    A- A+

    Publicado: 17/06/2019 às 15h06min | Atualizado 17/06/2019 às 15h25min

    Foto: Roni Carvalho

    Foto: Roni Carvalho

    A Prefeitura de Porto Velho está em fase de estudos e viabilização para a implantação do sistema de estacionamento rotativo na região central de Porto Velho, além das regiões comerciais da Zona Leste, Zona Sul e proximidades do Porto Velho Shopping, onde há problemas com estacionamento. A adoção do estacionamento pago visa resolver um problema crônico nas principais ruas comerciais da capital, onde já não há mais capacidade de estacionamento, o que tem prejudicado o comércio local.

    Um dos principais problemas do trânsito nestas áreas é o tempo de parada da maioria dos veículos. Pertencentes a empresários e funcionários de lojas, escritórios, bancos e outras empresas, esses veículos ficam estacionados o dia inteiro no mesmo local, não permitindo a rotatividade das vagas.

    Foto: Roni Carvalho

    Aprovado pela Câmara de Vereadores de Porto Velho, o projeto que autoriza a exploração das vagas de estacionamento nas áreas comerciais das vias públicas, através do sistema Zona Azul, já é adotado na maioria das cidades de médio e grande porte do Brasil e garante que um maior número de veículos possa utilizar da mesma vaga durante o horário comercial.

    Foto: Roni Carvalho

    O trâmite licitatório que escolherá a empresa que ficará responsável pela cobrança, instalação dos parquímetros (máquinas de pagamento dos bilhetes de estacionamento), fiscalização e regularização já começou a ser montado. A licitação deve acontecer ainda este ano, quando deverá ser definido o valor a ser cobrado em cada vaga, tempo de carência, modelos de notificações e demais procedimentos

    Foto: Roni Carvalho

    Mobilidade

    O principal motivo que tem levado muitas cidades a implantar o sistema de estacionamento rotativo é a alternância das vagas, onde o tempo máximo de estacionamento no mesmo lugar é de até 2 horas. Entretanto, o que se tem visto é que os resultados vão muito além da própria rotatividade, influenciando direta e positivamente na questão da mobilidade urbana. No estacionamento rotativo, vagas para idosos, cadeirantes, gestantes e demais prioridades, todas pagas, são reservadas, garantindo o acesso mais fácil a locais públicos e privados para quem necessita da acessibilidade.

    Foto: Divulgação

    Geração de emprego

    Além de ajudar a resolver a questão de vagas de estacionamento e ajudar na mobilidade urbana, a implantação do estacionamento rotativo vai proporcionar a geração de muitos postos de trabalho. Dependendo a da área que a ser abrangida pela Zona Azul, podem ser criados até 300 empregos diretos para monitores, supervisores e diretores, além de alavancar a arrecadação do município com o recebimento do Imposto Sobre Serviço (ISS), que a empresa vencedora da licitação terá que pagar pela venda dos bilhetes de estacionamento.

     

    Fiscalização

    A fiscalização do uso do estacionamento rotativo é feito por monitores treinados pela empresa e que deverão seguir as orientações da prefeitura. Geralmente, no sistema de estacionamento rotativo, os veículos que estacionam sem o cartão que estipula o horário recebem uma notificação com prazo de uma semana a 15 dias para regularização. Se não for regularizado em tempo hábil, a notificação se transforma em infração de trânsito, gerando multa ao proprietário do veículo.

     



    Escreva um comentário