Diário da Amazônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto Diário da Amazônia
Cidades

Ex-vereadores de P. Bueno são presos

Os envolvidos no caso, que eram vereadores, são suspeitos de coagir testemunhas.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 12/08/2017 às 05h20min

Ex-vereador cassado, de Pimenta Bueno, Celso Bueno

Dois ex-vereadores do município de Pimenta Bueno foram presos na última quinta-feira (10). As prisões foram solicitadas pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO) sob suspeitas de que os parlamentares estavam coagindo e oferecendo vantagem financeira a uma testemunha para que mudasse o depoimento prestado no processo da Operação Higia, no qual os dois são réus. Os ex-vereadores são Celso de Souza Bueno e Rodnei Lopes Pedroso.

As prisões foram cumpridas pela Polícia Civil. Os parlamentares não chegaram a terminar de cumprir seus mandatos, já que a Operação Higia foi deflagrada em agosto de 2013, e os vereadores foram cassados. A operação investiga fraudes na obra do Hospital e Maternidade Ana Neta, que se estendeu durante muitos anos.

Ex-vereador, de Pimenta Bueno, Rodnei Pedroso

Denúncia

As prisões preventivas foram solicitadas pelo MP, após uma testemunha denunciar que os dois ex-parlamentares estavam a coagindo para que mudasse seu depoimento, quanto a operação. Segundo o delegado responsável pelo caso, Juarez Lourenço, os envolvidos queriam que essa testemunha desse um novo depoimento em juízo, mudando a versão inicial.

“Esses dois vereadores chegaram a oferecer dinheiro para que essa testemunha atendesse o pedido”, contou o delegado.
Após a prisão, os dois ex-vereadores foram encaminhados para o presídio de Pimenta Bueno. A Polícia Civil terá o prazo de 10 dias para concluir o inquérito, e oferecer denúncia ao MP ou arquivar o processo.

Histórico

Quando a Operação Higia foi deflagrada, foram presos quatro vereadores, o ex- secretário de planejamento da prefeitura e um funcionário de uma construtora.


Escreva um comentário