porto velho - ro, 13 Setembro 2019 01:58:11

    SilvioSantos

    coluna

    Publicado: 11/06/2019 às 17h15min | Atualizado 11/06/2019 às 18h10min

    A-A+

    E assim se encerra mais um capítulo da novela Flor do Maracujá

    O presidente da Federon Fernando Rocha literalmente tirou o superintendente da Sejucel Jobson Bandeira de dentro da igreja, durante a..

    O presidente da Federon Fernando Rocha literalmente tirou o superintendente da Sejucel Jobson Bandeira de dentro da igreja, durante a Missa, para uma conversa com o deputado federal Léo Moraes.

    Esta cena foi presenciada por “ESSES OLHOS QUE A TERRA HÁ DE COMER”. É que eu estava na missa. O papo foi sobre o patrocínio da Caixa Econômica Federal para os grupos que vão se apresentar no 38º Arraial Flor do Maracujá.

    ***********

    Após a conversa sob as bênçãos de Nosso Senhor Jesus Cristo, Fernando postou, o que o superintendente informou a respeito do patrocínio da Caixa, que de início seria apenas de R$ 40 Mil, mas, depois o deputado Léo Moraes divulgou que será de R$ 80 MIL. Foi daí que o Fernandão procurou o secretário para saber sobre os outros R$ 40 MIL

    **********

    E como diz o ditado: “Que quem fala o que quer, ouve o que não quer”,

    ***********

    Fernandão na presença do deputado e bem em frente a Catedral ouviu o seguinte do superintendente:

    **********

    “Nem todo o total vai para os grupos, e sim parte deles para suprir as necessidades do evento…”

    **********

    Fernandão baixou a crista procurou cabelo aonde não tem, coçou a cabeça e questionou? “Talvez seja por isso que baixou os preços dos ambulantes”

    **********

    E assim se encerra mais um capítulo da novela Flor do Maracujá. Amém!

    **********

    DIA DOS NAMORADOS

    **********

    A comemoração desta data remonta o Império Romano. Um bispo da Igreja Católica, São Valentim, foi proibido de realizar casamentos pelo imperador romano Claudius II.

    **********

    Porém, o bispo desrespeitou a ordem imperial e continuou com as celebrações de matrimônio, porém de forma secreta.

    **********

    Foi preso pelos soldados e condenado à morte. Enquanto estava na prisão, recebeu vários bilhetes e cartões, de jovens apaixonados, valorizando o amor, a paixão e o casamento. O bispo Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro do ano 270.

    ***********

    Em sua homenagem, esta data passou a ser destinada aos casais de namorados e ao amor. A comemoração passou a ser realizada todo 14 de junho, principalmente, na Europa e, posteriormente (século XVII), nos Estados Unidos.

    ***********

    Dia dos Namorados no Brasil (12 de junho).

    ***********

    No Brasil, a data apresenta uma história bem diferente, pois está relacionada ao frei português Fernando de Bulhões (Santo Antônio).

    **********

    Em suas pregações religiosas, o frei sempre destacava a importância do amor e do casamento. Em função de suas mensagens, depois de ser canonizado, ganhou a fama de “SANTO CASAMENTEIRO”.

    ***********

    Portanto, em nosso país foi escolhida a data de 12 de junho por ser véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho).

    **********

    Assim como em diversos países, aqui também é tradição a troca de presentes e cartões entre os casais de namorados.

    **********

    Para mim esse dia é todo especial, pois foi nhum 12 de junho (2003), que beijei pela primeira vez aquela que me faz feliz até hoje.

    *********

    Até bem pouco tempo a tradição da brincadeira de Boi Bumbá tinha como ritual o BATISMO do BOI na véspera do dia de Santo Antônio.

    ***********

    E foi durante a festa de batizado do nosso querido Corre Campo que consegui conquistar o amor da Ana Célia. Hoje completamos 16 anos, do nosso primeiro beijo! (Eu digo que foi ela quem roubou e ela diz que fui eu)

    **********

    Meu melhor presente, recebi no dia 12 de junho de 2003, dia dos namorados, daí a importância desta data, para mim e para a Ana.

    ***********

    “Você é muito mais que musa, é a minha verdade, a felicidade, minha razão de ser….”.

     


    Escreva um comentário

    sobre Silvio Santos

    Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. É um apaixonado pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka.

    Arquivos de colunas