porto velho - ro, 21 Julho 2019 11:42:47
Geral

Estrada do Japonês é interditada por moradores

Moradores da Estrada do Japonês em Porto Velho, interditaram a via na manhã de ontem (24), com o objetivo de reivindicar melhorias para a..

Por Sara Cicera Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 24/06/2019 às 16h51min | Atualizado 24/06/2019 às 16h54min

Foto: Roni Carvalho

Moradores da Estrada do Japonês em Porto Velho, interditaram a via na manhã de ontem (24), com o objetivo de reivindicar melhorias para a estrada como asfaltamento e manutenção. Segundo os moradores, a comunidade local luta e busca apoio das autoridades estaduais e municipais para a concretização da pavimentação da estrada há cinco anos. A manifestação foi pacífica. Para fechar a via, a população da região utilizou galhos de árvores, pneus e madeiras. Apenas casos de emergências podiam passar pelo bloqueio.

Lama, poeira, falta de sinalização e aumento de acidentes na Estrada do Japonês são os principais fatores que levaram a comunidade a fazer pela segunda vez neste ano o protesto pacífico. A Estrada do Japonês dá acesso a várias empresas que abastecem a capital e o Estado com seus produtos, como a produção de hortaliças, hortifrútis, cerâmicas, criadouros de peixes, gado, madeireira entre outros.

Veja mais: Moradores fecham Estrada do Japonês em protesto por melhorias

Os moradores ainda relataram que com o início do período da seca, a comunidade fica exposta a doenças respiratórias devido ao aumento da poeira. Segundo o morador e organizador do ato, Leandro Leal, a estrada está abandonada pelas autoridades e as crianças e os idosos estão adoecendo.

“As crianças estão com problemas respiratórios devido a poeira que levanta da estrada. Acidentes acontecem diariamente aqui. Os caminhões passam por aqui com as luzes apagadas e em alta velocidade. O poder público não olha para nossa situação aqui. Essa estrada é de responsabilidade do estado e nada foi feito. Nós estamos fazendo esse movimento é para todos os moradores. Não aguento mais passar o dedo nos móveis da minha casa e ver a quantidade de poeira, daqui a pouco todos ficarão doentes. Nós estamos aqui reivindicando um pequeno direito que há anos o poder púbico já deveria ter feito”, disse.

Além de melhorias para a estrada, a comunidade também pede a volta do ônibus escolar para levar as crianças até as escolas. “Nós estamos reivindicando o asfalto e posteriormente a volta do ônibus escolar porque as crianças estão sem aulas e isso prejudica muito o ano letivo. Nós sofremos muito com a situação atual dessa estrada. Há 15 anos um valor foi depositado para asfaltar a estrada mas nunca foi concretizado. Nós estamos aqui hoje pedindo soluções para as autoridades”, contou o morador Cleudison Viçosa.

A Polícia Militar (PM) acompanhou o movimento pacífico da comunidade no local. De acordo com os representantes da manifestação, a via somente será liberada após a presença de autoridades municipais para garantir soluções para o problema.



Escreva um comentário