Porto Velho/RO, 23 Fevereiro 2020 06:00:31

JoséLuiz

coluna

Publicado: 23/02/2020 às 06h00min

A-A+

O Mato Grosso de 25 anos passados e Rondônia do presente

     Mato Grosso e Rondônia       Como um incômodo latejando na minha cabeça revelando no imaginário, o Mato Grosso de 25..

     Mato Grosso e Rondônia 

     Como um incômodo latejando na minha cabeça revelando no imaginário, o Mato Grosso de 25 anos passados e Rondônia do presente, concluí que o dinamismo do saudoso governador Dante de Oliveira que soube usar o marketing do desenvolvimento para transformar o cerrado daquele estado no maior produtor de grãos deste País, ele enxergava longe. Os tempos são outros, com a burocracia emperrando a vida de quem pensa grande no campo, todavia o governador Marcos Rocha segue no mesmo rumo aplainando o caminho para o futuro do agronegócio em Rondônia. A história passada e atual, lá e aqui são dois exemplos reais.

    Indústrias de fundo de quintal 

    Com setor elétrico privatizado, enfrentando a fúria petista, Dante de Oliveira partiu para recuperação de estradas levando energia elétrica aos mais distantes rincões de Mato Grosso, incentivando através da imprensa nacional os grandes empresários a investir no estado. Criou o programa: “Industrias de Fundo de quintal”, que aqui chama-se de agroindústrias, quebrando a espinha dorsal da asfixiante burocracia melhorando a renda entre as famílias de baixa renda. 

     Na esteira da soja e do milho 

    Na atualidade com um rebanho bovino batendo na casa dos 30 milhões de cabeças, a soja 32 milhões de toneladas, sem falar no milho, algodão e girassol, Dante de Oliveira incentivou e conseguiu que grandes empresas do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, transformassem Mato Grosso em grande polo produtor de suínos e frangos. O peixe em cativeiro veio na sequência.

     Incorporação 

    A incorporação entre SICOOB e CREDISUL, transformando as duas instituições na 6ª maior cooperativa de crédito do país, com o SICOOB rondoniense representando a maior cooperativa de crédito da região Norte. Com mais de 110 mil cooperados neste estado o SICOOB possui um ativo na ordem de R$ 2 bilhões para investir no agronegócio, engrossando o caldo ao lado do Banco do Brasil e Banco da Amazônia.  

       Confirmadas 

      Com 330 empresas confirmadas até agora para expor na 9ª Rondônia Rural Show Internacional, este evento naturalmente vai se consolidando como a maior feira de agronegócio da região Norte. A equipe coordenada pelo secretário de Agricultura, Evandro Padovani vem se desdobrando, para que no dia 26 de maio tudo esteja em ordem. 

       Estaremos lá 

      O programa “Campo e Lavoura” apresentado pela Rede TV! Em cadeia com seis emissoras de rádios estará presente mostrando com entrevistas, imagens e depoimentos de empresários, convidados e autoridades ligadas ao setor produtivo a força que vem do campo. É a comunicação prestando serviço na 9ª Rondônia Rural Show Internacional. Vamos mostrar as vitrines tecnológicas, a beleza das lavouras de soja e milho, o que existe de mais moderno em equipamentos agrícolas, assim como a produção de pescado, ovinos, o gado de corte e leite. 

       Finalizando 

      Vou ficando por aqui, mas se Deus assim o permitir estarei de volta no próximo final de semana. Bom Carnaval, se vai sambar e beber não dirija, se vai dirigir, não beba, mas pode sambar.


Deixe o seu comentário

sobre José Luiz Alves

Colaborador do Diário da Amazônia - José Luiz Alves, é jornalista. Apresenta aos sábados das 6h às 8h na Rede Tv Rondônia! o programa Campo e Lavoura, com informações ao homem do campo e produtores rurais, em cadeia com seis emissoras de rádios para todo o Estado de Rondônia.

Arquivos de colunas